Patrimônio de Jair Bolsonaro e filhos se multiplica na política

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

O deputado e presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e os três filhos dele que exercem mandato são donos de 13 imóveis com preço de mercado de pelo menos R$ 15 milhões, a maioria em pontos da capital fluminense como Copacabana, Barra da Tijuca e Urca, aponta reportagem da Folha publicada neste domingo (7).

De acordo com levantamento do jornal paulista em cartórios, os principais apartamentos e casas, comprados nos últimos dez anos, registram preço de aquisição muito abaixo da avaliação da Prefeitura do Rio à época da compra. Em um dos casos, uma casa em condomínio à beira-mar na Barra foi vendida a Bolsonaro com prejuízo de, diz o papel, R$ 180 mil em relação ao que havia custado quatro meses antes.

Já o filho mais velho, Flávio, deputado estadual no Rio de Janeiro, negociou 19 imóveis nos últimos 13 anos. Os bens da família incluem ainda carros que vão de R$ 45 mil a R$ 105 mil, um jet-ski e aplicações financeiras, em um total de R$ 1,7 milhão, como consta na Justiça Eleitoral e em cartórios. Quando entrou na política, em 1988, Bolsonaro declarava ter um Fiat Panorama, uma moto e dois lotes de pequeno valor em Resende, no interior no Rio, valendo pouco mais de R$ 10 mil em dinheiro atual. Desde então, sua única profissão é a política, e já são sete mandatos como deputado federal.

Folha destaca que as transações que resultaram na compra da casa em que Bolsonaro vive, na Barra, têm, em tese, indícios de uma operação suspeita de lavagem de dinheiro, segundo os critérios do Coaf e do Conselho Federal dos Corretores de Imóveis (Cofeci).

O presidenciável recebe atualmente salário bruto de R$ 33,7 mil como parlamentar (líquido de R$ 24 mil), além de soldo, segundo o Exército, um capitão da reserva na situação de Bolsonaro recebe cerca de R$ 5.600 brutos. O valor real dos imóveis de toda a família, cinco em nome de Jair Bolsonaro, três de Carlos, dois de Eduardo e três de Flávio, representa cerca do triplo do que a família declarou à Justiça. Não há ilegalidade, pondera o jornal, já que a lei exige apenas o informe de bens.

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Romero entrega Unidade de Acolhimento Permanente da comunidade venezuelana em Campina Grande, nesta sexta-feira 

Romero entrega Unidade de Acolhimento Permanente da comunidade venezuelana em Campina Grande, nesta sexta-feira 

O prefeito Romero Rodrigues inaugura, na manhã desta sexta-feira, 9, a Unidade de Acolhimento Institucional Permanente destinada à comunidade venezuelana…
Justiça barra denúncia fraudulenta contra Jefferson Kita na Câmara de Bayeux e frustra os planos de Berg Lima

Justiça barra denúncia fraudulenta contra Jefferson Kita na Câmara de Bayeux e frustra os planos de Berg Lima

O juiz Aluizio Bezerra Filho, plantonista da 3ª Vara da Fazenda atendeu pedido do prefeito Jefferson e barrou a tentativa…
Efraim Filho faz leitura do relatório da MP do crédito - "Não haverá retomada econômica sem preservamos empregos e empresas"

Efraim Filho faz leitura do relatório da MP do crédito - "Não haverá retomada econômica sem preservamos empregos e empresas"

O deputado Efraim Filho (DEM/PB) relator da MP 975 leu, nesta quarta-feira (08), o substitutivo que cria o Programa Emergencial…
Reabertura do comércio em JP se transforma em mobilização na rede social

Reabertura do comércio em JP se transforma em mobilização na rede social

Na noite da última quarta (08) as redes sociais transformaram-se em um palco na luta pela reabertura do comércio. A…

Siga-nos Facebook