PRÉ-CARNAVAL: Amadorismo e desorganização tomam conta do Folia de Rua 2018

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

O período carnavalesco nem chegou ainda, mas a novela se repete em João Pessoa; artistas, fornecedores, donos de trios elétricos, colaboradores e produtores lamentando atrasos em pagamentos. Sem contar nos tradicionais calotes dados pela Associação Folia de Rua em anos anteriores.

A maior crítica é o amadorismo na gestão, a hiperdependência do poder público e as posturas autoritárias e nada transparentes dos dirigentes. Em que pese os gordos aportes financeiros investidos a cada ano pela Prefeitura Municipal de João Pessoa – só esse ano serão 450 mil reais – a prestação de contas do projeto nunca fecha. O que tem levado empresas com potencial de patrocínio a se distanciarem cada vez mais do evento.

E mesmo quando patrocinam, não confiam em direcionar grandes valores pela falta de credibilidade da gestão, como é o caso da AMBEV, que já tinha reduzido drasticamente o patrocínio deste ano com relação ao ano passado. Conta-se nos bastidores que donos de trios e outros fornecedores foram diretamente na empresa cobrar pagamentos não honrados em 2017, pelo Folia de Rua, fato que teria motivado a suspensão do patrocínio da gigante AMBEV nesta semana.

O que se espera da entidade em 2018 é transparência, pelo menos no que se refere aos recursos públicos que são geridos pelo presidente da Associação, o Sr. Raimundo Nonato, o Bola. Afinal de contas, em tempos de Lava-jato não dá pra brincar com o dinheiro do folião… nem no carnaval!

Comentar com Facebook

Comentários

Últimas notícias

Opinião

Mais lidas

Notícias relacionadas

Julgamento da AIJE do Empreender virou uma disputa pra saber qual juiz vai agradar mais o ex-governador Ricardo Coutinho

Julgamento da AIJE do Empreender virou uma disputa pra saber qual juiz vai agradar mais o ex-governador Ricardo Coutinho

Definitivamente, a Justiça eleitoral da Paraíba não é para amadores. Quando se imaginava que o pedido de vista do juiz…
AIJE DO EMPREENDER: TRE vai seguir sua própria jurisprudência da semana passada ou vai confirmar que Tribunal virou quintal de Ricardo Coutinho?

AIJE DO EMPREENDER: TRE vai seguir sua própria jurisprudência da semana passada ou vai confirmar que Tribunal virou quintal de Ricardo Coutinho?

O ex-prefeito Expedito Pereira teve sua inelegibilidade mantida por 4×2 no mesmo dia que o TRE iniciou o julgamento da…
Refém da ORCRIM Girassol, João Poste Azevedo desmoraliza o Ministério Público da Paraíba

Refém da ORCRIM Girassol, João Poste Azevedo desmoraliza o Ministério Público da Paraíba

Dizem que a Operação Calvário só existe graças ao Ministério Público do Rio de Janeiro, que começou a investigar o…