Campina

Romero constrói uma cidade dentro de outra cidade e grava seu nome na história de Campina Grande

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

O prefeito Romero Rodrigues vai ficar conhecido como o político que construiu uma cidade dentro de outra cidade. Para quem não sabe, o complexo habitacional Aluísio Campos já nasce maior que 180 cidades paraibanas; sendo dotado de toda a infraestrutura necessária para dar condições dignas de moradia a mais de 4 mil famílias.

Ao inaugurar o maior conjunto habitacional em construção no Brasil, Romero Rodrigues não estará apenas realizando o sonho de mais de 4 mil famílias carentes, mas também estará gravando o seu nome na história de Campina Grande e da Paraíba.

Uma obra do porte do Aluísio Campos é a prova de que a política é o fator de transformação de uma sociedade. Não há como imaginar a resolução dos problemas sociais sem a participação de um estado forte.

O complexo habitacional também é a maior obra da história de Campina Grande, ao custo de R$ 330 milhões. E já nasce com todos os equipamentos sociais; creches, escolas, postos, academias da saúde, praças e CRAS.

A população também vai contar com dois ginásios esportivos cobertos, cinco quadras descobertas, três academias com praça e playground, além de doze quilômetros de ciclovia.

No próximo dia 11, Romero deixa sua marca na história de Campina.

 

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
TERÇA-FEIRA DE FOGO: 6ª Turma do STJ precisa prender o Sergio Cabral da PB

TERÇA-FEIRA DE FOGO: 6ª Turma do STJ precisa prender o Sergio Cabral da PB

Sim, não somos tão desenvolvido como o Rio de Janeiro, mas também temos o nosso Sérgio Cabral! Antes da ‘quarta-feira…
Socorro Gadelha e o 'DNA Ribeiro'

Socorro Gadelha e o 'DNA Ribeiro'

Recém filiada ao PV, mesmo partido do prefeito Luciano Cartaxo, a secretária de Habitação de JP, Socorro Gadelha, talvez seja…
Coordenador das operações que prenderam Berg Lima e Ricardo Coutinho faz um desabafo: "Neste país só quem não pode pagar, fica preso"

Coordenador das operações que prenderam Berg Lima e Ricardo Coutinho faz um desabafo: "Neste país só quem não pode pagar, fica preso"

O promotor Octávio Paulo Neto tem feito história à frente do GAECO, grupo do Ministério Público responsável por investigar e…
Dos 17 vereadores de Bayeux, apenas 5 sempre votaram pela cassação de Berg Lima

Dos 17 vereadores de Bayeux, apenas 5 sempre votaram pela cassação de Berg Lima

É verdade que a classe política de Bayeux caiu em descrédito, principalmente após a prisão do prefeito Berg Lima com…

Siga-nos Facebook