Romero não será candidato a governador por um erro estratégico cometido em 2016

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

Quando escolheu seu vice, em 2016, Romero Rodrigues estava mais preocupado em se reeleger e não tinha a disputa ao governo do estado como objetivo. Antes das convenções o nome de Veneziano ainda oferecia riscos à reeleição do tucano, e Romero, de forma equivocada e precipitada, resolveu trocar um Cunha Lima pelos Ribeiros.

Venceu, mas agora está preso ao seu erro de estratégia e não poderá entregar aos Ribeiros, de mão beijada, uma prefeitura reconquistada a muito custo e depois de 8 longos anos de oposição.

Não se trata de qualquer prefeitura ou qualquer cidade. É campina Grande, berço do grupo Cunha Lima.

Então, como abandonar a segunda cidade mais importante da Paraíba para se aventurar numa disputa contra a máquina estadual e um governador que joga sujo e pesado, e ainda contra o prefeito de João Pessoa, bem avaliado e com mais densidade eleitoral? E o pior: numa campanha de apenas 45 dias.

Caso Romero mude de partido e insista na candidatura, estará criando uma situação política análoga à de Cozete Barbosa, em 2004; dividirá o grupo e perderá a prefeitura por completo em 2020. Insistir nisso é não aprender com os erros do passado.

A confiança que Cássio depositou em Romero, quando ele foi pedir as bençãos para ser candidato, será recíproca ou ele vai tentar atrapalhar o projeto-macro do senador e líder maior do grupo?

E Romero não pode reclamar de nada, pois o erro foi dele mesmo. Caso tivesse um vice-prefeito Cunha Lima, sua candidatura hoje teria viabilidade política, mas está refém de uma má escolha motivada pelo medo.

Anotem aí, Romero não vai ser candidato a nada.

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Investigado por contratar fantasmas em seu gabinete, Carluxo avalia desistir da reeleição e morar no Texas; será que ele vai levar o Índio?

Investigado por contratar fantasmas em seu gabinete, Carluxo avalia desistir da reeleição e morar no Texas; será que ele vai levar o Índio?

O vereador Carlos Bolsonaro, investigado pela suspeita de contratação de supostos funcionários fantasmas em seu gabinete na Câmara do Rio,…
STJ mandou Queiroz para casa, mas negou prisão domiciliar a jovem que furtou xampu

STJ mandou Queiroz para casa, mas negou prisão domiciliar a jovem que furtou xampu

O STJ (Superior Tribunal de Justiça), que concedeu a Fabrício Queiroz e sua mulher o benefício da prisão domiciliar, por…
Câmara Municipal de Salgadinho aprova 30 horas para profissionais de Enfermagem; Coren PB apela para que prefeito sancione matéria

Câmara Municipal de Salgadinho aprova 30 horas para profissionais de Enfermagem; Coren PB apela para que prefeito sancione matéria

A Câmara Municipal de Salgadinho aprovou nesta ontem (09), por unanimidade, a carga horária semanal de 30 horas para profissionais…
Presidente do STF nega retorno de Berg Lima à Prefeitura de Bayeux

Presidente do STF nega retorno de Berg Lima à Prefeitura de Bayeux

Por decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, o prefeito afastado de Bayeux, Berg Lima, continuará fora…

Siga-nos Facebook