pmjp2

Ruy Carneiro apresenta projeto para proibir uso de animais para testes com cigarros e similares

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

O deputado federal Ruy Carneiro apresentou à mesa diretora da Câmara dos Deputados projeto de Lei que proíbe a utilização de animais para teste de cigarros e produtos fumígenos pelas indústrias tabagistas. O parlamentar classifica como inaceitável a prática. “Dá para acreditar que ainda são realizados testes de cigarro em animais? Não vamos aceitar isso aqui no Brasil não”, diz indignado.

O parlamentar contou que nesses testes os animais são forçados a ingerir o produto por meio de um tubo na boca que vai diretamente até o estômago. O objetivo é levar o animal à morte, para se determinar qual a dose máxima suportável para o organismo.

O experimento é conhecido como DL50 (Dose Letal 50%), pois é a dose necessária de uma dada substância para matar 50% dos animais em teste, e o restante que sobreviveu é sacrificado. As imagens da prática deixaram Ruy Carneiro, que é um defensor da causa animal indignado. Por isso, foi apresentado o Projeto de Lei.

“Essa prática cruel se repete a cada novo produto, buscando analisar seus riscos. O cigarro eletrônico que ganhou espaço no mercado nos últimos anos teve seu suposto menor risco a saúde humana, comparado com os cigarros comuns, através de testes em animais, incluindo fêmeas grávidas para testar seus efeitos, que certamente levam à morte estes animais”, explicou.

O texto apresentado na Câmara dos Deputados ressalta que o Brasil entrou em choque nos últimos dias com as imagens dos testes realizados em animais pela indústria do tabaco. O PL ainda vai tramitar na Casa, passar por Comissões, mas Ruy Carneiro já está pedindo o apoio e a sensibilidade dos colegas parlamentares para não permitir essa prática.

“Não podemos aceitar que animais sejam tratados como coisas. A população pede pela sua proibição no território Brasileiro deste tipo de método, que só visa o lucro, acabando com a saúde e a vida de nossos animais. Estamos certos de que essas empresas milionárias podem buscar alternativas para estes experimentos, sem submeter animais à tortura. Por isso tenho pedido ajuda para aprovação desta matéria”, explicou.

Ruy Carneiro é o criador do Projeto de Lei de Bem-Estar Animal, que tem o dos objetivo de punir de forma efetiva os agressores, responsáveis por abandono e maus-tratos.

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Antes de ser prefeito de Lucena, Leo Preguiça faliu um petshop

Antes de ser prefeito de Lucena, Leo Preguiça faliu um petshop

Inapto para o cargo, o prefeito de Lucena, conhecido na cidade como Leo Preguiça, é incapaz de cuidar até de…
Tucano muda de ninho e vai apoiar João Azevedo

Tucano muda de ninho e vai apoiar João Azevedo

Apesar do PSDB ter lançado a pré-candidatura de Pedro Cunha Lima, o prefeito de Pilõezinhos, Marcelo do Sindicato (PSDB), anunciou,…
Em carta, militância de Ciro Gomes e filiados do PDT criticam jogo duplo de Lígia Feliciano

Em carta, militância de Ciro Gomes e filiados do PDT criticam jogo duplo de Lígia Feliciano

Indignados com o oportunismo de Lígia Feliciano (PDT), pré-candidata ao governo, militantes de Ciro Gomes e filiados do PDT emitiram…
Leo Bandeira, preguiçoso e mentiroso

Leo Bandeira, preguiçoso e mentiroso

A fama de preguiçoso do prefeito Leo Bandeira se espalhou por Lucena nos primeiros meses de gestão, mas a população…

Siga-nos Facebook

pmjp2