Sob o comando político de Ricardo Coutinho, PSB vira sinônimo de corrupção na Paraíba

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

Envolvido nos dois maiores escândalos de corrupção da história da Paraíba, o PSB, comandado há 16 anos por Ricardo Coutinho, já virou sinônimo de corrupção no estado.

Praticamente todos os membros do Coletivo Girassol (núcleo duro que segue RC desde a década de 90) estão envolvidos em esquemas de corrupção, inclusive o irmão do ex-governador, Coriolano Coutinho – o famigerado ‘Cori’ – mais queimado que carvão em dia de churrasco.

A mais nova denúncia do Ministério Público envolve Livânia Farias, Gilberto Carneiro, Cori, Laura Farias e o advogado Ricardo Vidal num esquema que desviou quase R$ 50 milhões da prefeitura de João Pessoa, entre os anos de 2009 e 2012:

O esquema envolvia a contratação do escritório Bernardo Vidal Advogados para atuar na recuperação de créditos tributários da prefeitura de João Pessoa, na gestão do então prefeito Ricardo Coutinho, junto à Receita Federal.

Porém, os créditos eram fictícios e o escritório foi contratado sem licitação. A prefeitura pagava os honorários e os agentes públicos (Gilberto Carneiro, Livânia Farias, Laura Farias e Coriolano Coutinho) recebiam a propina.

Um pagamento de propina mensal no valor de R$ 80 mil, inclusive, chegou a ser interceptado pelo polícia, em 2011, mas numa verdadeira operação de guerra, auxiliares do então governador Ricardo Coutinho sumiram com as provas (e o inquérito!) e abafaram o caso, que só foi revelado na campanha eleitoral de 2014, e confirmado neste ano através da delação de Livânia Farias; mulher de confiança de Ricardo Coutinho:

image

Um esquema ainda maior, a Operação Calvário, investiga desvios de mais de R$ 1 bilhão da Saúde nos governos de Ricardo Coutinho através das organizações sociais Cruz Vermelha e IPCEP. E novamente pessoas próximas a RC (Livânia Farias, Gilberto Carneiro e Leandro Nunes) foram denunciadas e/ou presas.

O que toda a Paraíba agora se pergunta é se o ex-governador Ricardo Coutinho tem participação nos esquemas de corrupção que envolvem pessoas da sua confiança, inclusive seu irmão. Para o deputado estadual Walber Virgolino, RC é o chefe da organização criminosa.

A suspeita é deveras verossímil, mas devido à garantia constitucional da presunção de inocência, não podemos afirmar que sim. No entanto, escândalos de corrupção envolvendo ex-governadores e ex-presidentes revelam que os subordinados sempre têm agido sob ordens de seus superiores, a exemplo do Rio de Janeiro.

Ou seja, não é de se surpreender que as investigações alcancem o ex-governador Ricardo Coutinho, já que os escândalos envolvem pessoas de sua total confiança e que atuaram por 14 anos nos governos do PSB.

De uma forma ou de outra, o PSB já ficou conhecido como o partido mais corrupto da Paraíba.

E como Ricardo Coutinho é presidente da Fundação João Mangabeira, a imagem do PSB em âmbito nacional também poderá ser comprometida com os escândalos de corrupção.

Basta a imprensa nacional noticiar que o irmão do presidente da Fundação João Mangabeira foi denunciado como integrante de uma quadrilha que roubou quase R$ 50 milhões da prefeitura de João Pessoa. E no período em que Ricardo Coutinho era prefeito.

Trecho da denúncia do Ministério Público:

Gaeco denuncia Coriolano Coutinho, Gilberto Carneiro, Livânia e mais cinco por desvio de quase R$ 50 milhões na PMJP

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
A bancada do ex-presidiário Berg Lima na Câmara Municipal de Bayeux

A bancada do ex-presidiário Berg Lima na Câmara Municipal de Bayeux

O eleitor de Bayeux pode ainda não saber em quem votar para vereador, mas certamente ele já sabe em quem…
Ex-prefeito ficha suja de Lagoa de Dentro escala o filho para ser candidato em Bayeux

Ex-prefeito ficha suja de Lagoa de Dentro escala o filho para ser candidato em Bayeux

Não é segredo pra ninguém que na Paraíba muitos veem a política como um negócio de família. Em Bayeux, por…
Apesar do caos deixado por Berg Lima, Kita começa a botar ordem na casa

Apesar do caos deixado por Berg Lima, Kita começa a botar ordem na casa

Você pode até não simpatizar com o prefeito interino de Bayeux, mas é preciso reconhecer que em um mês Jefferson…
Em tempos de pandemia e combate às fakenews, propaganda eleitoral na TV ganha mais importância e credibilidade

Em tempos de pandemia e combate às fakenews, propaganda eleitoral na TV ganha mais importância e credibilidade

As eleições 2020 serão diferentes em várias sentidos. Primeiro porque vivenciamos uma pandemia que vai diminuir a participação popular nas…

Siga-nos Facebook