STF manda arquivar inquérito sobre Cássio

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

O Supremo Tribunal Federal, atendendo ao pedido da Procuradoria-Geral da República, determinou o arquivamento do inquérito que investigava o senador Cássio Cunha Lima por suposto recebimento de Caixa 2 na campanha de 2014.

A determinação do ministro Gilmar Mendes ocorreu após pedido de arquivamento feito pela Procuradora Geral, Raquel Dodge. No documento enviado ao STF, a procuradora afirmou que as investigações não reuniram elementos suficientes para comprovar o suposto crime. Ela destacou, ainda, que os colaboradores não souberam detalhar o pagamento das hipotéticas doações ilegais.

Justiça – O inquérito foi instaurado para investigar se Cássio teria ou não recebido, sem contabilizar, 800 mil reais da Odebrecht na campanha ao Governo da Paraíba. O senador sempre afirmou que a única doação que recebeu da Odebrecht foi devidamente declarada na prestação de contas da campanha dele.

Agora, após a realização de diversas diligências, que incluíram a inquirição e reinquirição de colaboradores, juntada da prestação de contas da campanha, dentre outras, a Procuradoria-Geral da República requereu o arquivamento dos autos, por não vislumbrar a realização de diligências úteis a comprovar a prática da conduta ilícita, e o STF faz justiça arquivando o inquérito.

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Presidente da Juventude do Patriotas deixa legenda e declara apoio a Cícero Lucena

Presidente da Juventude do Patriotas deixa legenda e declara apoio a Cícero Lucena

O presidente estadual da Juventude do Patriotas, Luan Lima, 18, anunciou na manhã desta quarta-feira (23) sua decisão de apoiar…
DADOS DO TRE: Prefeita de Bayeux é natural do Rio de Janeiro e só possui o ensino fundamental

DADOS DO TRE: Prefeita de Bayeux é natural do Rio de Janeiro e só possui o ensino fundamental

As informações do site do Tribunal Regional eleitoral revelam muito sobre os candidatos. A prefeita de Bayeux, por exemplo, é…
“A Reforma Tributária não deve servir ao setor A ou B, deve servir ao Brasil” sentencia Aguinaldo Ribeiro

“A Reforma Tributária não deve servir ao setor A ou B, deve servir ao Brasil” sentencia Aguinaldo Ribeiro

O deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas), relator da Reforma Tributária no Congresso, reforçou que o debate acerca da tentativa de…
CRESCE LUCENA: Leo Bandeira apresenta plano de desenvolvimento econômico e do turismo nesta quinta, 24

CRESCE LUCENA: Leo Bandeira apresenta plano de desenvolvimento econômico e do turismo nesta quinta, 24

Candidato a prefeito de Lucena pelo solidariedade, Leo Bandeira convoca a população para o lançamento do Cresce Lucena, plano de…

Siga-nos Facebook