Supremo repara injustiça e nega ação de censura contra Pâmela por postar sobre Jampa Digital e execução de Bruno Ernesto

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

O governador Ricardo Coutinho sofreu novo revés nas ações movidas contra a ex-primeira-dama Pâmela Bório. O ministro Roberto Barroso (Supremo Tribunal Federal) acaba de fulminar uma decisão do juiz da 7ª Vara Cível de João Pessoa, que havia proibido Pâmela de postar sobre o escândalo do Jampa Digital. O governador foi ainda condenado a pagar os honorários da causa, estimados em R$ 2 mil.

Em julho de 2016, o juiz José Célio de Lacerda Sá (titular da 7ª Vara) acatou pedido do governador Ricardo Coutinho e proibiu a ex-primeira-dama de postar nas redes sociais informações sobre o Jampa Digital, bem como sua eventual relação com o assassinato do jovem Bruno Ernesto, ex-coordenador de Informática da Prefeitura de João Pessoa.

O governador alegou em sua ação, que Pâmela vinha tentando, de forma dissimulada, estabelecer um vínculo entre o escândalo do Jampa Digital e o assassinato de Bruno Ernesto, e que isso objetivava macular a sua imagem. E ex-primeira-dama, então, Pâmela decidiu recorreu ao Supremo, com pedido de liminar, contra decisão do magistrado.

Mas, em poucos meses depois, em outubro de 2016, o ministro Roberto Barroso deferiu a liminar impetrada pela ex-primeira-dama, determinando a suspensão temporária dos efeitos da decisão do juízo da 7ª Vara Civil. Agora, Barroso cassou, definitivamente, a decisão do juiz e ainda arbitrou multa contra o governador pela litigância.

Atuaram na defesa de Pâmela os advogados George e Michele Ramalho.

Despacho – Em sua decisão, o ministro pontuou: “… Por todo o exposto, com fundamento no art. 161, parágrafo único, do RI/STF, julgo procedente o pedido, para cassar a decisão reclamada. Condeno a parte beneficiária do ato reclamado ao pagamento de honorários advocatícios, arbitrados em R$ 2.000,00 (dois mil reais), na forma do art. 85, § 8º, do CPC/2015. Publique-se. Comunique-se.”

Hélder Moura

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Aguinaldo debate Reforma Tributária com governador de MG e espera para ainda este mês retomada dos trabalhos na Comissão Mista

Aguinaldo debate Reforma Tributária com governador de MG e espera para ainda este mês retomada dos trabalhos na Comissão Mista

O deputado federal e relator da comissão mista da reforma Tributária, Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) reforçou a declaração do presidente da…
Investigado por contratar fantasmas em seu gabinete, Carluxo avalia desistir da reeleição e morar no Texas; será que ele vai levar o Índio?

Investigado por contratar fantasmas em seu gabinete, Carluxo avalia desistir da reeleição e morar no Texas; será que ele vai levar o Índio?

O vereador Carlos Bolsonaro, investigado pela suspeita de contratação de supostos funcionários fantasmas em seu gabinete na Câmara do Rio,…
STJ mandou Queiroz para casa, mas negou prisão domiciliar a jovem que furtou xampu

STJ mandou Queiroz para casa, mas negou prisão domiciliar a jovem que furtou xampu

O STJ (Superior Tribunal de Justiça), que concedeu a Fabrício Queiroz e sua mulher o benefício da prisão domiciliar, por…
Câmara Municipal de Salgadinho aprova 30 horas para profissionais de Enfermagem; Coren PB apela para que prefeito sancione matéria

Câmara Municipal de Salgadinho aprova 30 horas para profissionais de Enfermagem; Coren PB apela para que prefeito sancione matéria

A Câmara Municipal de Salgadinho aprovou nesta ontem (09), por unanimidade, a carga horária semanal de 30 horas para profissionais…

Siga-nos Facebook