Gervásio Maia comprou R$ 1,2 milhão em medicamentos para a Assembleia Legislativa em apenas dois anos

O blog recebeu uma denúncia bastante curiosa de um funcionário da Assembleia Legislativa sobre compra de medicamentos na gestão do ex-presidente Gervásio Maia – PSB, (girassol!). De acordo com o SAGRES do Tribunal de Contas do Estado, nos anos de 2017 e 2018, a ALPB comprou R$ 1,2 milhão em medicamentos.

Confesso que não tinha conhecimento da necessidade do Poder Legislativo comprar milhões em remédios. Por acaso são distribuídos à população?

Ou uma pandemia tomou conta da ALPB e ninguém soube, ou então Gervásio Maia é hipocondríaco:

Que coisa, né?

Espero que Gervásio tenha curado todas as enfermidades da Assembleia Legislativa.

E que tenha sobrado muito Doril…

 

Será que a ORCRIM girassol também está grampeando o presidente da Assembleia Legislativa?

O presidente Adriano Galdino precisa solicitar uma varredura da Polícia Federal em seu gabinete, como fez em 2011, o ex-presidente Ricardo Marcelo:

Galdino contrariou recentemente Ricardo Coutinho, o governador de fato, que trabalhou para eleger Hervázio Bezerra no segundo biênio.

Apesar de ser um girassol, Galdino nunca contou com a confiança irrestrita dentro da cúpula e pode estar sendo vítima da tradicional arapongagem dos socialistas.

Cautela e canja de galinha não faz mal a ninguém…