Segundo delegado, Ricardo Coutinho é o chefe da ORCRIM girassol

O delegado e deputado estadual Wallber Virgulino acredita que o ex-governador Ricardo Coutinho é o chefe da ORCRIM girassol, organização criminosa que desvia dinheiro da saúde através das organizações sociais Criuz Vermelha e Ipcep. A declaração foi dado na segunda-feira, 29, no programa Correio Debate:

Em contato com o Polítika, o parlamentar reforçou a acusação de que Ricardo Coutinho Coutinho é o chefe da maior organização criminosa da Paraíba:

“Ele atua desde a prefeitura de João Pessoa e os escândalos se multiplicam, a exemplo do Caso Cuiá, Gari Milionário, Jampa Digital, Caso Bruno Ernesto, Cruz Vermelha, entre outros”, afirmou.

Para Walber, o comportamento de Ricardo Coutinho é típico de gangster querendo destruir a reputação de homens de bem. “Ele não tem formação familiar, educação e moral para comandar um estado com um povo tão honesto e batalhador. Ricardo Coutinho importou do Rio de Janeiro a maior organização criminosa e aprendeu com Sergio Cabral a chefiar a ORCRIM”.

O delegado foi mais além e disse que Ricardo Coutinho também queria superfaturar compras na secretaria de Administração Penitenciária:

 

Delegado Virgolino rebate Ricardo Coutinho e afirma que ele está prestes a ser preso: “Ele chefia a maior organização criminosa da PB desde a prefeitura”

Em contato com o blog, o deputado estadual Delegado Virgolino rebateu as acusações do ex-governador Ricardo Coutinho sobre o caso envolvendo o “tratamento VIP” pela Infraero no aeroporto Castro Pinto.

“Eu recebi com naturalidade as ilações desse sujeito que exala desespero porque sabe que está prestes a ser preso pelo Gaeco. Ricardo está vendo o cerco se fechar e tenta politizar o momento”, disse Virgolino.

De acordo com o deputado, Ricardo Coutinho é o chefe da maior organização criminosa da Paraíba. “Ele atua desde a prefeitura de João Pessoa e os escândalos se multiplicam, a exemplo do Caso Cuiá, Gari Milionário, Jampa Digital, Caso Bruno Ernesto, Cruz Vermelha, entre outros”, afirmou.

Para Walber, o comportamento de Ricardo Coutinho é típico de gangster querendo destruir a reputação de homens de bem. “Ele não tem formação familiar, educação e moral para comandar um estado com um povo tão honesto e batalhador. Ricardo Coutinho importou do Rio de Janeiro a maior organização criminosa e aprendeu com Sergio cabral a chefiar a ORCRIM”.

O parlamentar desafiou Ricardo Coutinho para um debate, mas acredita que não terá a oportunidade porque RC será preso antes das eleições.

O blog entrou em contato com o ex-governador, mas ele não quis exercer o contraditório: