Denunciado pelo GAECO, prefeito de Cabedelo tenta manobra na Câmara para não ser afastado

Na noite da última terça (07), o suplente de vereador Evilásio Cavalcanti Neto (MDB) apresentou a Proposta de Emenda a Lei Orgânica nº 001/2019, que trata de diversas alterações na lei mais importante de Cabedelo.

Dentre as modificações propostas a que chama mais atenção diz respeito à nova redação que se pretende dar ao inciso I do art. 69, que passará a admitir o afastamento das funções do prefeito, apenas no caso de recebimento de uma denuncia pelo Tribunal de Justiça por crime cometido no exercício da própria função de Prefeito.

A mudança estratégica protegeria o mandato do prefeito interino Vitor Hugo. A Polícia Federal acaba de indiciar o vereador e prefeito por participação em organização criminosa quando do exercício do mandado parlamentar e ele, antevendo a possibilidade de ser denunciado pelo GAECO e, após o recebimento da Denúncia pelo Tribunal de Justiça da Paraíba, passar a condição de réu, tenta preservar o mandato recém obtido.

O autor da proposta é o suplente de vereador da linha sucessória de Vitor Hugo e que também foi relator do processo de cassação de diretos políticos do ex-prefeito Leto Viana.

 

Polêmica Paraíba

“População de Bayeux sofre sem atendimento odontológico enquanto a prefeitura virou puxadinho do prefeito e dos vereadores que o livraram da cassação”, critica Albeno Silva

Em postagem nas redes sociais, a liderança jovem de Bayeux, Albeno silva, criticou a precariedade na saúde pública do município, mais precisamente o atendimento odontológico:

“VERGONHA ! População de Bayeux sofre sem atendimento odontológico enquanto a prefeitura virou puxadinho do prefeito e dos vereadores que o livraram da cassação. De acordo com denúncias, os dentistas da cidade de Bayeux receberam no último mês R$ 914, quando a lei determina o mínimo de três vezes o salário mínimo, além do soldo inferior e da falta de respeito os materiais para atendimento não existem”.

A imagem pode conter: texto

Em paralelo ao caos que Bayeux vive, Albeno afirma que “enquanto isso a cada dia o prefeito e vereadores que apoiam a corrupção empregam familiares, vai de esposa a primo com salários bastante altos”.

Albeno Silva também critica o estelionato eleitoral cometido por Berg Lima na campanha de 2016:

“Essa Prática era condenada pelo prefeito no passado por achar ele que o patrimonialismo (uso do público como privado) era uma das piores chagas da nossa cidade, uma vez que não só os políticos enriqueciam como também seus familiares, e quem paga a conta é a população mais pobre que precisa de serviços. E para piorar, o prefeito ainda desfila na cidade pregando Deus e motivação. O grande Pai não gosta de mentira, conchavo e corrupção gestor, pague o que os dentistas merecem e forneça materiais, caso contrário a dor de dente do povo só aumentará”.

 

Prefeito de Cuité faz gambiarra em ônibus escolar pra passar em vistoria

O prefeito de Cuité, Charles Camaraense, está sendo acusado de fazer uma gambiarra nos ônibus escolares para passar na vistoria do Detran. A denuncia foi feita pelo ex-deputado estadual Bado Venâncio, que afirma que o prefeito mandou tirar as rodas de caminhões-pipa para colocar nos ônibus escolares:

“A administração do prefeito Charles Camaraense determinou a retirada dos pneus do caminhão pipa para colocar em ônibus de transporte escolar, haja vista que hoje estava havendo vistoria nos transportes de estudantes de toda nossa região e os veículos do município de Cuité PB, estavam sem condições de receberem o atesto de regularidade por parte do setor competente, pois estavam com pneus carecas, sem disco de tacógrafo, faltando lâmpadas de alerta, dentre outros itens de segurança, o que levou os motoristas a recolher os ônibus para a garagem do município, sem fazerem as competentes e obrigatórias vistorias. Com a palavra o Ministério Público e o Detran PB”, denunciou Bado.

O novo prefeito já foi acusado de desativar o Samu e o mamógrafo da cidade. Parece que Cuité não vive bons tempos…