VÍDEO: Na tribuna da Assembleia, advogada acusa Ricardo Coutinho, Estela Bezerra e Gilberto Carneiro de serem os mandantes do assassinato de Bruno Ernesto

Na tribuna da Assembleia Legislativa, na última quinta-feira (9), a advogada e militante paraibana dos direitos humanos, Laura Berquó, fez um duro pronunciamento se reportando, especialmente, ao assassinato de Bruno Ernesto, em 2011, que pode ter ligação com o escândalo do Jampa Digital.

Laura lamentou a possibilidade do processo ser arquivado, conforme denúncia de Inês Rego, mãe de Bruno e acusou o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), a deputada estadual Estela Bezerra (PSB), o ex-procurador do Estado, Gilberto Carneiro e o irmão do ex-governador, Coriolano Coutinho, como mandantes do crime:

TCE intima Gilberto Carneiro, Estela Bezerra, Aguinaldo Ribeiro e mais 3 para julgamento do Jampa Digital

O Tribunal de Contas do Estado publicou na edição desta terça feira de seu Diário Eletrônico a intimação ao atual procurador Geral do Estado, Gilberto Carneiro, a deputada Estelizabel Bezerra, o deputado federal Aguinaldo Ribeiro, além de Aldo Cavalcanti Prestes, Marconi Maia e Adriana Araújo para a sessão de julgamento do Jampa Digital na quarta feira, da próxima semana, dia 16. A intimação também inclui os advogados Marco Aurélio Villar, Eduardo Marcelo, Rodrigo Lima , Handerson de Souza Fernandes e Terezinha de Jesus Rangel.

O Jampa Digital foi um programa anunciado pelo então prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho, para levar internet sem fio, de graça à população. Nos discursos se anunciava a primeira Capital digital do Brasil. Irregularidades na execução do programa foram identificadas levando a Polícia Federal realizar uma operação na Prefeitura de João Pessoa, e em escritórios em Pernambuco e na Bahia.

A Polícia Federal indiciou 23 pessoas, entre gestores, funcionários e empresários.  De acordo com a investigação da PF Ainda de acordo com a PF, houve direcionamento de licitação, superfaturamento, desvio de verbas públicas, pagamento de propina e falsificação de documentos.

VEJA ABAIXO A INTIMAÇÃO :

Atos do Tribunal Pleno
Intimação para Sessão
Sessão: 2171 – 16/05/2018 – Tribunal Pleno
Processo: 02617/12
Jurisdicionado: Prefeitura Municipal de João Pessoa
Subcategoria: Inspeção Especial de Licitações e Contratos
Exercício: 2012

Intimados: Aguinaldo Velloso Borges Ribeiro, Responsável; Aldo Cavalcanti Prestes, Responsável; Estelizabel Bezerra de Souza, Responsável; Gilberto Carneiro da Gama, Responsável; Marconi Maia de Oliveira, Responsável; Sra Adriana Araujo de Moraes, Responsável; Marco Aurélio de Medeiros Villar, Advogado(a); Eduardo Marcelo de Oliveira Araujo, Advogado(a); Rodrigo Lima Maia, Advogado(a); Handerson de Souza Fernandes, Advogado(a);
Terezinha de Jesus Rangel da Costa, Advogado(a).
Aviso: Informamos que conforme o Art. 25 da RN-TC 11/2015 o Processo 02617/12 passou a ter seus atos processuais realizados exclusivamente em forma eletrônica. As peças existentes do processo permanecem em papel, passando o processo a ser composto por autos em meio físico e em meio eletrônico. Para o acompanhamento e realização dos atos processuais pelos interessados processuais é necessário o credenciamento e habilitação no sistema TRAMITA.

Blog do Marcelo José

Cida Ramos começa a tomar bases de deputados aliados de uma forma pouco republicana

Deputados ligados ao governo confidenciaram ao blog a insatisfação com as práticas adotadas pela pré-candidata Cida Ramos no interior do estado. De acordo com os relatos, Cida está cooptando lideranças políticas de uma forma pouca republicana e muito fisiológica – o que tem gerado revolta na base do governo.

Parece que os setes anos na secretaria de Desenvolvimento Humano deixaram Cida assistencialista demais.

A estrutura é grande e nem as bases de Estela Bezerra escaparam. O deputado estadual Buba Germano também já perdeu lideranças para Cida.

Cida Ramos deverá ser a mais votada de 2018.