Prefeitura e MPPB debatem sobre organização de festivais juninos em Santa Rita

Prefeitura de Santa Rita, Ministério Público, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Energisa, Conselho Tutelar e outros órgãos estiveram nesta terça-feira (16) reunidos para discutir os preparativos e a realização dos eventos juninos no município, que acontecerão de 15 a 30 de junho. Durante o período, Santa Rita sediará novamente os festivais municipal e estadual de quadrilhas juninas, além do Nordestão, pela primeira vez sediado na cidade.

A reunião foi conduzida pela promotora Ana Maria França e teve o objetivo de estabelecer um suporte para o sucesso do evento, minimizando possíveis intercorrências. Além dos aspectos que envolvem a estrutura física, foi tratado sobre segurança pública, assistência em saúde, fiscalização na área de infância e juventude, dentre outras questões.

O prefeito Emerson Panta e seus auxiliares explicaram detalhes sobre a organização, que envolve todas as secretarias municipais e conta com a colaboração de órgãos de segurança e de fiscalização, a exemplo da PM-PB. “O êxito em 2017 e 2018 resultou numa festa ainda maior este ano, com Santa Rita orgulhosamente sediando o Festival Nordestão de juninas. Estamos aqui com o compromisso de fazer nossa cidade a capital junina da Paraíba”, afirmou o prefeito.

“Temos a certeza de que Santa Rita vai se destacar ainda mais este ano na realização desses eventos juninos. E é por isso que estamos aqui reunidos porque esses festejos serão um marco positivo para a cidade”, destacou a promotora Ana Maria França.

VÍDEO: Jane do Sopão confessa que não está preparada para representar Santa Rita na Assembleia Legislativa

Como se não bastasse o mandato inútil do deputado estadual Zé Paulo, que em 4 anos não teve a mínima capacidade para representar Santa Rita na Assembleia Legislativa e só fez esquentar a cadeira, agora surge Jane Panta, que se autodeclara incapaz para representar a cidade.

“Eu me preparei para ser médica, eu não me preparei para ser política”, disse Jane Panta, mais conhecida em Santa Rita como Jane do Sopão, por distribuir sopas para os pobres às vésperas da eleição.

Jane do Sopão não precisava confessar seu despreparo, pois toda a cidade de Santa Rita sabe que ela não tem capacidade nem para ser vereadora. Dizem que a cada entrevista às rádios Jane perde mil votos.

Jane é o retrato da velha política; não sabe discursar, não tem ideias, projetos, nem ideologia. Mas é esposa do prefeito e tem dinheiro para gastar. Além da máquina pública para ser usada em benefício pessoal.

Jane do Sopão já está sendo chamada de Zé Paulo de saias.

Mas ninguém sabe quem pior…

Crescimento de Henrique Maroja nas pesquisas incomoda adversários, que partem para ataques

As pesquisas internas começam a dar o tom de como será a campanha para deputado em Santa Rita; baixa e rasteira. Incomodados com o crescimento de Henrique Maroja, os adversários partem para o ataque pessoal, principalmente Zé Paulo, o mais rejeitado em Santa Rita.

Com um mandato inútil e improdutivo – e com uma derrota anunciada – já que disputa apenas duas vagas contra os favoritos Anisio Maia e Frei Anastácio, Zé Paulo já perdeu mais da metade dos seus votos de 2014, e aposta na desqualificação de Henrique Maroja para tentar escapar em Santa Rita.

Nos últimos dias os assessores e cabos eleitorais de Zé Paulo iniciaram uma campanha negativa que só revela o desespero de quem sabe só fica na Assembleia Legislativa até 31 de dezembro.

Mas os ataques tem surtido efeito contrário, e Maroja está igual massa de pão, quanto mais batem, mais cresce…

Henrique Maroja amplia bases e conquista apoio de empresário de Guarabira

Favorito na cidade de Santa Rita, o pré-candidato a deputado estadual, Henrique Maroja, não quer depender apenas dos eleitores da sua principal base eleitoral e articula apoios em diversas cidades da Paraíba. A mais recente adesão foi do empresário guarabirense Osvaldo Santana, do supermercado Mini Box.

Em suas redes sociais, Maroja comemorou a nova adesão:

“Hoje fomos recebidos em Guarabira, e no sítio Carrasco, pelo empresário e grande ser humano Osvaldo Santana, e toda sua militância!!! É muito bom encontrar os idealistas de cada recanto de nossa Paraíba, gente que acredita no trabalho sério, que vivem do trabalho digno, da solidariedade, humildade e garra pra vencer a partir das boas práticas, do viés republicano!!  A solução somos nós, todos nós juntos e conscientes de seu papel, do exercício de cidadania constante que incomoda a velha política e abre espaço para as pessoas comuns que estão de mangas arregaçadas e dispostas a apostar num novo modelo, num novo significado para a atividade política”, disse Henrique Maroja.

“O povo de Santa Rita não quer pratos de sopa, quer indústrias para garantir emprego e dignidade”, afirma Henrique Maroja

Pré-candidato a deputado estadual pelo PPS, o advogado e empresário Henrique Maroja criticou nesta quarta-feira, 18, o assistencialismo eleitoreiro promovido pela prefeitura de Santa Rita. Segundo Henrique, a população de Santa Rita não quer pratos de sopa, quer indústrias para garantir emprego e dignidade.

“Precisamos planejar Santa Rita para o futuro e atrair indústrias, pois só assim vamos garantir trabalho e dignidade para o nosso povo. Temos uma área de 726 km² – três vezes maior que a cidade de Recife -, duas BR’s cortam nossa cidade e ainda estamos próximo do Porto de Cabedelo. Chegou a hora de explorar esse potencial estratégico e atrair novas empresas”, afirma Maroja.

Henrique Maroja vai propor uma sessão especial na Assembleia Legislativa para debater formas de aproveitar o potencial estratégico de Santa Rita para atrair mais industrias e consequentemente melhorar a qualidade de vida dos santa-ritenses.

 

Apresentador Samuka Duarte pode apoiar Maroja para deputado estadual

Com grande influência no meio político e social de Santa Rita, o apresentador Samuka Duarte pode apoiar o jovem empresário Henrique Maroja para deputado estadual. Fontes informaram ao blog que Samuka pretende apoiar um deputado da terra e que represente a renovação na política local. Henrique seria o único a reunir tais condições e há algumas semanas teve uma reunião com o apresentador.

Samuka sempre teve uma boa relação com a família Maroja e seu apoio pode ser determinante. Nas últimas semanas a pré-candidatura de Henrique Maroja vem concretizando apoios importantes – como do ex-deputado Fabiano Lucena –  e agregando perspectiva de vitória.

Outro fator positivo é que a coligação do PPS deverá eleger até 6 deputados estaduais com uma média de 15 mil votos.

Pesquisas internas confirmam o favoritismo de Maroja, que deverá ser o deputado estadual mais votado de Santa Rita. Além disso, Henrique é o nome menos rejeitado hoje na cidade.

Pré-candidato a deputado estadual, Henrique Maroja faz grande festa de aniversário e demonstra força em Santa Rita

A festa de aniversário de Henrique Maroja, pré-candidato a deputado estadual, no último domingo, em Santa Rita, foi uma verdadeira demonstração de força na cidade. Arrodeado de amigos e lideranças políticas, Henrique comprovou o favoritismo e foi prestigiado por lideranças locais a estaduais; a exemplo do presidente do PPS, Nonato Bandeira, o prefeito de Cruz do Espírito Santo, Pedrito. Além de artistas, vereadores e empresários da região.

“A família Maroja sempre fez política pensando em quem mais precisa e ajudando o próximo. E hoje tenho o privilégio de colher os frutos de décadas de trabalho e carinho pelo povo de Santa Rita. Agradeço a manifestação de apoio e a presença dos amigos que acreditam no nosso projeto”, disse Henrique Maroja.

Filiado ao PPS, Henrique Maroja vai disputar pela primeira vez o mandato de deputado estadual e tem Santa Rita como principal base eleitoral. A família Maroja já contou com três deputados na Assembleia e depois de 16 anos pode voltar a ter um representante no legislativo.

 

GOL CONTRA: João Azevedo anuncia adesão do pior prefeito da história de Santa Rita

A pré-campanha de João Azevedo marcou um verdadeiro gol contra na cidade de Santa Rita ao associar a imagem do socialista a Reginaldo Pereira; considerado o pior prefeito da história da cidade e com uma rejeição de causar inveja a Michel Temer.

É claro que voto não se recusa, mas expor determinados apoios não é nada estratégico. Ainda mais quando o candidato em questão tenta construir uma imagem de um político novo, com um perfil técnico e distante das velhas práticas. Reginaldo Pereira é um profissional da política, decadente e com um péssimo histórico.

Será que o governador Ricardo Coutinho gostou dessa associação? Certamente não. E como João Azevedo entende pouco de política eleitoral, provavelmente foi induzido ao erro.

Reginaldo Pereira não agrega nada a João Azevedo, muito pelo contrário. Ele é o tipo de político que se subir no palanque e discusar a favor, fará com que o candidato perca votos. Ou seja, é melhor ter Reginaldo Pereira votando contra e falando mal.

Prova disso é que o próprio filho, Reginaldo Segundo, teve apenas 1.406 votos para deputado estadual em 2014. Apenas dois anos após o pai se tornar prefeito de Santa Rita.

A votação representou míseros 2,6% dos votos válidos.

 

 

Ao lado do prefeito Pedrito, Maroja confirma pré-candidatura a deputado estadual

O jovem empresário Henrique Maroja participou no último fim de semana da festa de 122 anos de emancipação política de Cruz do Espírito Santo, ao lado do prefeito Pedrito. Henrique parabenizou o prefeito pela organização da festa que movimentou toda a região e o trabalho realizado na gestão.

“Pedrito está de parabéns pela organização da festa, que além de proporcionar cultura e entretenimento para o povo de Cruz do Espírito Santo, ainda ajuda a movimentar a economia local”, disse Henrique Maroja.

Pré-candidato a deputado estadual, Maroja confirmou mais uma vez a sua pré-candidatura e disse que gestões como a do prefeito Pedrito serve para provar que a juventude precisa cada vez mais se tornar protagonista da política e ampliar a participação no legislativo.

“O sentimento na política é de renovação e a juventude precisa ocupar o seu espaço. Se o povo nos confiar um mandato de deputado estadual, serei um parceiro da gestão de Pedrito, pois nossas cidades são irmãs e precisam caminhar juntas”, afirmou Henrique.

JANE DO SOPÃO: Pré-candidata a deputada estadual, primeira-dama de Santa Rita resolve distribuir sopa às vésperas da eleição

Tem político que acredita que eleitor ainda se engana com sopa e tapinha nas costas. A pré-candidata a deputada estadual Jane Panta é um exemplo. Esposa do prefeito de Santa Rita e secretária de Assistência Social, Jane tem resumido a atuação da sua secretaria em distribuir sopas para o povo de Santa Rita.

O assistencialismo barato tem um só objetivo, Jane quer virar deputada e se espelha no fenômeno eleitoral da eleição de 2010, Toinho do Sopão.

A diferença é que Jane é secretária municipal e seu marido é o prefeito da cidade. Então, o povo exige bem mais que alguns pratinhos de sopas. Até porque a gestão Panta já recebeu mais de R$ 200 milhões em 14 meses. Como diria a música dos Titãs, o povo não quer só comida:

A gente não quer só comida
A gente quer comida
Diversão e arte
A gente não quer só comida
A gente quer saída
Para qualquer parte

A gente não quer só comida
A gente quer bebida
Diversão, balé
A gente não quer só comida
A gente quer a vida
Como a vida quer

O problema é que os políticos conservadores preferem manter o povo dependente de sopas, cestas básicas e outras migalhas. Dão o peixe mas não ensinam a pescar, porque mais na frente vem a hora de cobrar o “favor” que será retribuído através do voto.

Segundo os dados do Tribunal de Conta do Estado, o Fundo Municipal de Assistência Social de Santa Rita teve uma receita de R$ 3,5 milhões, apenas em 2017. Mas a grande ação social da prefeitura se resume a distribuição de pratos de sopas:

Não conseguiram nem disfarçar o verdadeiro objetivo do “Sopão Solidário”, que só começou a ser distribuído no final de dezembro. Ou seja, passaram um ano inteiro para perceber que as famílias carentes de Santa Rita passam fome e necessitam de um prato de sopa? Ou será apenas a proximidade da eleição?

Como não tem serviço prestado para mostrar e quer ser deputada estadual, Jane achou que o sopão seria a sua redenção à frente da secretaria de ação social.

Porém, com um orçamento anual de quase R$ 200 milhões, o povo de Santa Rita espera algo mais da prefeitura do que alguns pratinhos de sopa…