TJ alerta STF sobre risco de soltar Coriolano Coutinho; mas o risco maior está livre e passeando por Brasília

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

A justiça brasileira é uma piada pronta. Gilmar Mendes foi informado pelo desembargador Ricardo Vital de Almeida, relator da operação Calvário do Tribunal de Justiça da Paraíba, sobre o risco de conceder liberdade ao irmão do ex-governador Ricardo Coutinho, Coriolano Coutinho.

Porém, Ricardo Coutinho, considerado o chefe da ORCRIM girassol continua solto e perambulando com suas canelas finas por Brasília. Qual a lógica em manter um soldado da organização criminosa preso e o comandante solto?

O mérito de tal aberração é toda do ministro Napoleão Nunes, do STJ, que fez o favor de soltar o chefe da ORCRIM um dia depois da sua prisão.

Em ofício encaminhado ao habeas corpus de “Cori” no STF, o magistrado diz que, além de responsável pela coleta de propinas, ele também tem poder de intimidar testemunhas com dossiês ou mesmo atos de violência, “pelo domínio que exerce sobre as forças policiais”.

“Existe risco concreto de o investigado interferir nas investigações, mediante contato ou ameaças a pessoas, testemunhas e investigados, inclusive ocultando ou fazendo ocultar elementos de prova importantes à elucidação dos fatos investigados na Operação Calvário”.

Além de habeas corpus de Coriolano, cabe a Gilmar Mendes decidir sobre pedidos de liberdade de outros oito investigados no escândalo.

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Bancada de Berg quer derrubar Kita porque ele não cedeu às chantagens por cargos; Bayeux pode sofrer intervenção estadual

Bancada de Berg quer derrubar Kita porque ele não cedeu às chantagens por cargos; Bayeux pode sofrer intervenção estadual

A bancada de Berg Lima tenta derrubar o prefeito Jeferson Kita porque ele simplesmente não cedeu às chantagens por cargos.…
O vídeo de Cícero Lucena e a justiça eleitoral que não entende de direito eleitoral

O vídeo de Cícero Lucena e a justiça eleitoral que não entende de direito eleitoral

Ano eleitoral é um período fértil para juiz de primeiro grau aparecer. São decisões absurdas que sempre são reformadas nas…
O PESADELO DE BAYEUX: Eleição indireta pode devolver o poder a Berg Lima e fazer a cidade afundar no caos mais uma vez

O PESADELO DE BAYEUX: Eleição indireta pode devolver o poder a Berg Lima e fazer a cidade afundar no caos mais uma vez

A sofrida cidade de Bayeux está em seu 4° prefeito, mas um pequeno grupo aliado a Berg Lima quer eleger…
Se Nilvan der bobeira, Maranhão vende ele e ainda dá garantia

Se Nilvan der bobeira, Maranhão vende ele e ainda dá garantia

É bom Nilvan Ferreira prestar atenção nas movimentações do senador José Maranhão, o eterno cacique do MDB paraibano. Qual o…

Siga-nos Facebook