Porta-voz extraoficial de Ricardo Coutinho teme mudança de voto em julgamento no TRE

O porta-voz extraoficial de Ricardo Coutinho, professor Flávio Lúcio, é aquele cara que diz o que RC pensa, mas não pode falar. O alter ego do Mago teme que algum juiz mude o voto no julgamento da AIJE do Empreender/codificados, que será retomada na próxima terça-feira.

Em seu blog, o porta-voz atacou jornalistas que ele considera ‘cassistas’ e ‘cartaxistas’:

Após a repercussão do cirúrgico voto do juiz federal Sérgio Murilo pela inelegibilidade de Ricardo Coutinho, o juiz Antônio Carneiro de Paiva, que tinha votado pela improcedência, afirmou que poderia mudar de opinião na próxima sessão.

O placar está 4×2 a favor de RC, mas com o voto do presidente do TRE e a mudança de algum juiz, o jogo pode virar para 4×3 pela inelegibilidade.

Eis o medo.

O porta-voz passou recibo…

Ricardo Coutinho manda indireta para Nonato Bandeira, o ‘maestro dos rachas’

Em entrevista ao PBagora, o ex-governador Ricardo Coutinho mandou uma indireta para Nonato Bandeira, apelidado nos bastidores de o ‘maestro dos rachas’. Nonato também esteve ao lado de Luciano Agra no racha de 2012, que resultou no fim da hegemonia do PSB na prefeitura de JP.

RC acredita que o governador João Azevêdo esteja sofrendo influências de pessoas interessadas em afastá-lo do projeto:

“Sem dúvida nenhuma. A tentativa de algumas pessoas fazerem isso é óbvia. Isso já presenciei antes e hoje. Essa é a lógica do poder. E gente que foi apadrinhada por mim”.

Dois personagens decisivos para o rompimento de Agra com RC estão hoje ao lado de João Azevedo

O dossiê de Ricardo Coutinho contra Nonato Bandeira

Jornalista Glenn Greenwald revela que “o mais bombástico ainda será publicado”

O jornalista Glenn Greenwald revelou durante entrevista ao site Metrópoles (DF) nesta sexta-feira (26) que, “os materiais mais bombásticos e importantes ainda não foram publicados, mas logo serão”, em relação sobre a série de reportagens do site Intercept Brasil que revela irregularidades da Lava Jato; “Tem muitas revelações graves”

“Tem muitas revelações graves. Essas seis semanas que começamos a publicar foram muito pouco tempo para um acervo deste tamanho. Então, com certeza, vai ter muito mais revelações graves no futuro”, acrescentou ele durante entrevista ao site Metrópoles (DF).

Atingido em cheio pelas revelações, o ministro Sérgio Moro (Justiça) publicou uma portaria que pode resultar na deportação do jornalista. “Esta Portaria regula o impedimento de ingresso, a repatriação, a deportação sumária, a redução ou cancelamento do prazo de estada de pessoa perigosa para a segurança do Brasil ou de pessoa que tenha praticado ato contrário aos princípios e objetivos dispostos na Constituição Federal”, diz o texto(veja aqui).

Greenwald ficou conhecido internacionalmente em 2013, quando divulgou em parceria com Edward Snowden a existência dos programas secretos de vigilância global dos Estados Unidos, efetuados pela sua Agência de Segurança Nacional (NSA). O jornalista comparou este caso com as reportagens do Intercept sobre a Lava Jato.

“Uma diferença é que o material do Snowden era sobre segurança nacional. Então, por um lado foi um pouco mais sensível, porque com materiais e segredos sobre segurança nacional você pode errar e acabar publicando algo que deixa alguém em perigo sério, perigo de morte. Então, por um lado é mais perigoso. Mas, por outro, o material que estamos trabalhando agora é sobre as pessoas mais poderosas deste país que já mostraram que quebrariam qualquer lei ou código de ética para realizar seus fins. Então, eu acho que a reportagem que estamos fazendo, neste caso, é mais perigosa, com mais risco, que a reportagem que fizemos, pelo fato de a matéria ser sobre o governo atual”, disse.

“Durante a época do Snowden, eu estava no Brasil ou na Alemanha reportando sobre outros governos, com distância. Mas, agora, as pessoas que estamos revelando, divulgando, denunciando, são muito mais próximas e têm mais controle sobre nós. Então, o material é mais perigoso”, continuou.

Mentiroso contumaz, Ricardo Coutinho diz que tem acusados na Operação Calvário sem dinheiro pra fazer feira, mas não cita nomes

O ex-governador Ricardo Coutinho construiu sua carreira política baseada na mentira, distorção dos fatos e dissimulação. São inúmeros os exemplos, inclusive em debates eleitorais, em que RC mente sem o menor constrangimento.

Em entrevista recente ao PBagora, Ricardo soltou mais uma:

“Eu vejo gente acusada e exposta, que não tem dinheiro para fazer feira. Não tem dinheiro para pagar advogado. Como é que alguém participa de um amplo esquema de corrupção e não tem dinheiro para fazer feira? Tem algo errado no meio disso”.

Porém, não citou nomes, claro. E nem os entrevistadores perguntaram. Que vacilo, caros colegas de profissão!

Quem será que tá sem dinheiro pra fazer feira? Livânia Farias, Waldson ou Gilberto Carneiro? Os dois últimos estão construindo ou construíram uma mansão milionária nos últimos anos. Apenas com o sistema de climatização da mansão de Gilberto (12 aparelhos de ar-condicionad0) ele teria condições de pagar um bom causídico:

Mansão de Waldson, ex-secretário de Saúde:

 

 

 

 

RECADO PARA JOÃO? Secretário declara apoio incondicional a RC, “Nem que chova canivete aberto e o chão empene, sou ricardista”

Comenta-se nos bastidores da política que João Azevedo não suporta o estilo baboso de Tião Lucena, secretário executivo de Comunicação. E a situação piorou depois de umas cagadas de Tião cobrando a fatura de jornalistas que recebem verbas da SECOM e não ajudam a abafar a Operação Calvário na imprensa.

Tudo indica que em breve Tião será convidado a se demitir.

Diante da situação, o secretário tem compartilhado nas redes sociais um texto declarando seu amor por Ricardo Coutinho, ao qual no final reforça as especulações sobre sua saída do governo João Azevedo:

Eu não tinha essas amizades todas com Ricardo Coutinho.A gente só se falava em solenidades públicas. Os amigos de Ricardo, naquela época, eram Nonato Bandeira, Walter Galvão e Humberto Alexandre.

De Ricardo fiquei próximo muito tempo depois.

E foi de um jeito inesperado: eu estava em casa, ele ligou, chamou-me para fazer parte do seu Governo e eu aceitei.

Não tive padrinhos, não fui indicado por ninguém.

Só por ele.

Por isso, sou ricardista até o fim.

Nem que chova canivete aberto e o chão empene, sou ricardista.

E sou porque acho que esse é o caminho certo, o rumo incontestável, o destino que todo mundo quer.

Não importa o sobressalto, a armadilha posta no meio da estrada, o motim dos marujos de águas turvas, as tramas e as traições. Ricardo é meu amigo e disso não abro mão.

Por que estou dizendo isso tudo?

Vocês vão saber. Logo, logo.

Uma coisa temos que admitir, Tião Lucena é bom no que faz.

Sabe babar como poucos…

 

Genival Matias participa das comemorações pelos 62 anos de Juazeirinho e destaca desenvolvimento da cidade

O município de Juazeirinho, localizado no Seridó paraibano, celebrou na última quinta-feira (25) seus 62 anos de emancipação política. A gestão do prefeito Bevilacqua Matias (Avante) fez questão de presentear a população com equipamentos e serviços que irão oferecer melhor qualidade de vida aos juazeirinhenses.

Presente na solenidade realizada pela prefeitura, o vice-presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Genival Matias (Avante), parabenizou o prefeito que atua com excelência na administração da cidade.

“Juazeirinho tem motivos de sobra para comemorar, nossa amada terra celebrou seus 62 anos e a população foi presenteada pela gestão municipal com a entrega de uma ambulância, duas motos para o projeto Curativo em Casa e a inauguração da nova ala de fisioterapia que irá ampliar o atendimento aos pacientes que necessitam desse serviço. Parabéns ao prefeito Bevilacqua Matias que junto com sua vice-prefeita Anna Virginia, secretários e colaboradores realizam uma administração exemplar, sempre pensando nas necessidades dos juazeirinhenses. Da minha parte, reafirmo meu compromisso de continuar lutando incessantemente pelo desenvolvimento da nossa Juá”, pontuou o deputado.

O prefeito Bevilacqua Matias reforçou que é fundamental o apoio do deputado para o desenvolvimento de Juazeirinho.

“Através da atuação do deputado Genival Matias, junto ao Governo do Estado, conquistamos muitos benefícios que mudaram a realidade de nossa cidade, a exemplo do binário que era um sonho antigo da população da região. Além do Ciretran, Casa da Cidadania, retorno do pelotão da Polícia Militar para o município,  reforma da escola Marechal Barreto, dentre outras diversas conquistas do nosso deputado e sua luta diária pelo bem de Juazeirinho”, afirmou o prefeito.

A primeira-dama Luciana Matias, vereadores, lideranças políticas, secretários e a população prestigiaram o momento de festa na cidade.

Sessão Solene na Câmara Municipal

A Câmara Municipal também realizou no dia da Emancipação uma Sessão Solene alusiva a data.

A Solenidade foi presidida pelo vereador Cícero Silva e contou com a presença de várias autoridades a exemplo do Prefeito Bevilacqua Matias acompanhado da primeira-dama Luciana Matias e de Secretários da Gestão Municipal.

Títulos de Cidadania foram entregues aos novos Juazeirinhenses, a exemplo do Padre Raniery Alves e Pastor Moisés da Assembleia de Deus.