pmjp2

Aguinaldo debate Reforma Tributária com governador de MG e espera para ainda este mês retomada dos trabalhos na Comissão Mista

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

O deputado federal e relator da comissão mista da reforma Tributária, Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) reforçou a declaração do presidente da Câmara Federal Rodrigo Maia (Democratas) sobre a retomada, ainda este mês do debate a respeito da referida reforma.

De acordo com a avaliação de Aguinaldo este é o momento certo para que o parlamento volte a tratar sobre o tema, sobretudo por conta dos gastos federais que tiveram que ser realizados no combate à pandemia da covid-19.

“O Parlamento está discutindo a reforma tributária há 32 anos, antes da pandemia estávamos com o diálogo bem avançado, é claro que ninguém podia imaginar o que teríamos que passar, mas sabemos agora mais do que nunca que ela é estruturante e precisa ser feita. Com o avanço do gasto público que tivemos, inclusive, com a pandemia, é agora ela crucial”, argumentou durante entrevista à CNN Brasil.

Dando continuidade ao debate da reforma Tributária com os governadores e outras classes que serão impactadas com as mudanças, Aguinaldo revelou que se reuniu de forma virtual com o governador de Mina Gerais, Romeu Zema e ressaltou que diferentemente do passado, agora há consenso dos governos acerca do tema.

“É isso que nos faz acreditar na reforma, com uma diferença muito grande do passado. Havia uma disputa entre os entes federados, não havia consenso entre os governos de estado, sobretudo na proposta que trata da unificação dos tributos sobre o consumo”, completou.

O parlamentar disse ainda que “nunca houve uma sinergia tão grande do ponto de vista do setor produtivo para se melhorar o ambiente de negócio no país como nós estamos vivendo agora”.

Questionado sobre se há possibilidade de o Executivo enviar uma outra proposta, Ribeiro falou que o Parlamento espera sim que o governo possa enviar uma proposta ou participar do debate.

“É legítimo que o governo coloque o que pensa e o Parlamento também. O ideal é que haja convergência” finalizou.

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
PROGRAMA CRESCE CAMPINA: Romero lança pacote de R$ 20 milhões em obras de asfaltamento para beneficiar 96 ruas de 25 bairros

PROGRAMA CRESCE CAMPINA: Romero lança pacote de R$ 20 milhões em obras de asfaltamento para beneficiar 96 ruas de 25 bairros

O prefeito Romero Rodrigues fez o lançamento, na tarde desta segunda-feira, 03, através de uma live, da quarta etapa do…
“Não defendo aumento de carga tributária”, afirma Aguinaldo ao se mostrar contrário a imposto nos moldes da antiga CPMF

“Não defendo aumento de carga tributária”, afirma Aguinaldo ao se mostrar contrário a imposto nos moldes da antiga CPMF

Um sistema tributário mais simples, transparente e justo, para que não pese tanto no bolso dos contribuintes, sobretudo dos mais…
Coren PB emite Nota de Repúdio diante de declarações de pré-candidato à Prefeitura de Princesa Isabel

Coren PB emite Nota de Repúdio diante de declarações de pré-candidato à Prefeitura de Princesa Isabel

O Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (Coren-PB) emitiu nesta terça-feira (04) Nota de Repúdio diante das declarações do pré-candidato…

Siga-nos Facebook

pmjp2