Pré-candidato a prefeito de João Pessoa, Julian Lemos contrata o marqueteiro mais experiente da PB

Zé Maria, da Mix Comunicação, será o marqueteiro de Julian Lemos na disputa pela prefeitura de João Pessoa. Zé é considerado o profissional de marketing político mais experiente da Paraíba. Ao lado de Jurandir Miranda – que agora só quer saber da sua cachaça Turmalina – Zé Maria participou de vitórias memoráveis, como a de Cássio em 2002, a improvável reeleição em 2006 e a vitória do tucano no 1° turno de 2014. Só perdeu no 2° turno porque nem Deus ganhava da organização criminosa de Ricardo Coutinho.

Deputado federal mais votado de João Pessoa, Julian promete uma campanha em defesa dos seus valores liberais na economia e conservadores nos costumes, mas sem as parvoíces do bolsonarismo. As ações na área da segurança pública e o volume de emendas garantem um bom portfólio para o deputado apresentar na campanha.

Patrimônio oficial de Ricardo Coutinho supera 6 milhões de reais e cresceu 650% enquanto governador

VÍDEO: Mais nova aliada de Berg Lima, Luciene de Fofinho não desmente que será a candidata da bancada do ex-presidiário

A vereadora Luciene de Fofinho gravou um vídeo para ‘desmentir’ a informação veiculada na imprensa de que ela teria se reunido com a bancada de Berg Lima para ser a candidata dele na eleição indireta a ser realizada pela Câmara Municipal. Contudo, a vereadora enrola muito, mas não desmente a informação:

Luciene de Fofinho se alia a Berg Lima e será a candidata do ex-presidiário na eleição indireta realizada pela Câmara

Juiz afirma que Bayeux não deve ter eleição indireta e Jefferson Kita deve continuar na prefeitura até o fim do ano

O juiz eleitoral de Bayeux, Euller Jansen, afirmou que a renúncia de Berg Lima ao cargo de prefeito daquela cidade, nada muda na situação atual do município, que deve continuar a ser administrado pelo prefeito interino Jefferson Kita.

Em entrevista concedida ao programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM, o juiz explicou que a Lei Orgânica do município prevê a eleição indireta em caso de vacância dos cargos de prefeito e vice-prefeito em até 15 meses antes do fim do mandato. Se a vacância ocorre com menos de seis meses para o fim do mandato, porém, é o presidente da Câmara Municipal que assume.

Segundo Euler Jansen, como Jefferson Kita já havia assumido interinamente a prefeitura por ser presidente da Câmara Municipal, a vacância já foi resolvida e não há mais alterações a fazer. Para ele, Kita deve continuar na prefeitura até o dia 31 de dezembro, sem precisar de nenhuma eleição indireta até lá.

ClickPB

Luciene de Fofinho se alia a Berg Lima e será a candidata do ex-presidiário na eleição indireta realizada pela Câmara

Ex-adversária de Berg Lima, a vereadora Luciene de Fofinho fechou um acordo para ser a candidata de Berg Lima na eleição indireta que a Câmara irá realizar após a renúncia do ex-presidiário.

O que até dias atrás seria considerado uma heresia, foi costurado em um encontro ocorrido ontem e que só acabou na madrugada de hoje.

Luciene de Fofinho, feroz opositora de Berg Lima, foi ungida candidata do agora ex-prefeito na eventual eleição indireta que esperam haver na Câmara com a renúncia do antigo prefeito, protocolada nesta terça, 14.

Com a presença do presidente estadual do PDT, Renato Feliciano, mesmo partido de Luciene, os sete vereadores ligados a Berg, Adriano Martins, Dedeta, França, Adriano do Táxi, Guedes, Cabo Rubem e Uedson Orelha, fecharam questão em torno do nome da vereadora, que aceitou o convite e passa a integrar a base do ex-prefeito condenado e denunciado pela própria Luciene inúmeras vezes com pedidos de CPI’s e votos pela cassação nos processos tramitados na Câmara.

A jogada se concretizaria com a imposição aos vereadores recém-filiados ao PDT, Netinho Figueiredo, Betinho da RS e Lico Cunha, de ficarem sem legenda na próxima eleição, caso não votem em Luciene.

Ainda de acordo com informações obtidas com vereadores presentes à reunião, a contrapartida de Luciene para passar a integrar o grupo de Berg e ser agraciada com a renúncia e o seu apoio no pleito indireto, será entregar três secretarias ao ex-prefeito, que indicará os secretários, e parte dos cargos da prefeitura, além de dividir o restante desses cargos com os novos colegas de bancada.

Vereadora que tinha filhos recebendo bolsa-família enquanto marido era presidente da Câmara agora quer ser prefeita de Bayeux

RICARDO É HEPTA: Preso na Operação Calvário, presidente da Fundação João Mangabeira já coleciona 7 denúncias por corrupção

O PSB já pode se orgulhar do premio conquistado. É o partido com o presidente de Fundação recordista em denúncias por corrupção. Preso em dezembro na Operação Calvário, o ex-governador Ricardo Coutinho já coleciona 7 denúncias por corrupção – todas aceitas pela Justiça – e continua na presidência da Fundação João Mangabeira.

Ricardo foi denunciado juntamente com o irmão dele, Coriolano Coutinho, a irmã Valéria Coutinho, o cunhado Paulo César, Ivan Burity, Livânia Farias e Laura Caldas por desvio de dinheiro para obras do Canal 40, localizado no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. O local foi o ‘QG’ de campanha do grupo desde a primeira campanha de Ricardo para o cargo de governador, em 2010.

A seleção brasileira de futebol ainda não chegou lá, mas Ricardo Coutinho já é hepta. Confira aqui a última denúncia do MP.

Patrimônio oficial de Ricardo Coutinho supera 6 milhões de reais e cresceu 650% enquanto governador

Senador da Rede quer Ciro presidente

Randolfe Rodrigues declarou apoio a Ciro Gomes para 2022. Numa live com o ex-governador do Ceará, o senador da Rede o comparou a Leonel Brizola.

“É uma alegria muito maior estar aqui com o nosso líder. No que depender de nossos esforços, futuro presidente do nosso país. Eu dizia hoje de manhã: cada vez que eu vejo mais o Ciro falar, mais me tem lembrado do Brizola, viu. Cada vez tem trazido mais os bons ventos de Brizola.”

 

Marina Silva perdeu mais um voto.

O Antagonista

Efraim libera junto ao Ministério da Saúde 40 respiradores para municípios paraibanos.

Em uma ação para ajudar os municípios paraibanos, o deputado Efraim Filho, que é líder dos Democratas e coordenador da bancada federal paraibana, esteve em audiência junto ao Ministério da Saúde e conseguiu destinar 40 respiradores para as cidades com hospitais municipais e devem chegar ainda esta semana.

Serão 20 respiradores para leitos de UTI e 20 respiradores móveis para transportes de pacientes. João Pessoa receberá 10 unidades para leitos de UTI, Campina Grande receberá também 10 unidades, sendo 05 para UTI e 05 móveis. Cabedelo receberá 05 respiradores para leitos de UTI, importante para equipar o hospital municipal do município.

As cidades de menor porte também serão contempladas, todas com Respiradores móveis: Bananeiras com 04 unidades, Alhandra com 03 unidades, São Mamede, São Bento, Caaporã e Catolé do Rocha, com 02 unidades de respiradores móveis cada um. Esta semana ainda devem ser entregues os respiradores.

O deputado Efraim Filho (DEM/PB) disse: “agradeço a atenção do Ministro da Saúde Eduardo Pazuello e do Governo Federal Jair Bolsonaro nesta ação conjunta para preservar a vida de tantos paraibanos. Inclusive cidades que possuem hospitais municipais e estavam desassistidas e agora ganham essa segurança para cuidar do seu povo e também reforçar a ajuda a toda a região.”

Efraim Filho falou também que “manteve contato com o Governador João Azevedo e o Secretário Geraldo Medeiros, mas foi informado que os órgãos de saúde do Estado referenciados para o Covid19 já dispunham dos respiradores necessários para estas ações. Espero continuar atendendo e chegar a outras cidades que precisam proteger a saúde dos seus cidadãos”.

Ao El Pais, Aguinaldo reafirma empenho para aprovar a Reforma Tributária: “A ideia é ter um sistema de regra simplificado, não de exceção”

O relator da reforma tributária no Congresso Nacional, deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) falou ao El País a respeito do seu empenho em aprovar a Reforma Tributária no Brasil para que o país possa atrair mais investimento, que a empresas aumentem a sua competitividade e o cidadão possa sentir na ponta a diminuição dos custos.

Aguinaldo explicou sobre as duas propostas de emendas constitucionais em tramitação na Comissão Mista e que propõem uma reestruturação da carga tributária por meio de um imposto único.

“A ideia é ter um sistema de regra simplificado, não de exceção. O sistema atual se tornou uma maluquice. Hoje na tributação você tem tanta exceção que a regra passou a ser um detalhe”, frisou.

O líder da maioria na Câmara Federal ainda voltou a reforçar que com a referida reforma, haverá maior transparência na tributação além de um maior retorno dos impostos pagos para os brasileiros.

“O consumidor não sabe quanto se paga de impostos sobre o produto pois no Brasil se paga muito imposto e o brasileiro tem muito pouco em termos de volta desse imposto, como benefício” argumentou.

Renúncia de Berg Lima é para evitar uma nova prisão

O malandro mais ilustre de Bayeux gosta muito de dinheiro e não renunciaria a 5 salários de R$ 20 mil, que teria direito até dezembro por nada, em vão. Berg estava com medo de voltar para a cadeia, principalmente após a denúncia revelada pelo blog sobre a ‘venda’ da renúncia por R$ 50 mil/mês para tentar eleger a vereadora França numa eleição indireta na Câmara.

Renunciando ao cargo, Berg Lima perde o foro privilegiado e seus processos serão julgado em 1° instância, saindo da esfera do Tribunal de Justiça, onde um dos relatores desses mesmos processos é o Desembargador Ricardo Vital, que teria pronto para despacho mais um mandado de prisão contra o já condenado prefeito bayeuxense.

Patrimônio oficial de Ricardo Coutinho supera 6 milhões de reais e cresceu 650% enquanto governador

 

Aguinaldo debate Reforma Tributária com governador de MG e espera para ainda este mês retomada dos trabalhos na Comissão Mista

O deputado federal e relator da comissão mista da reforma Tributária, Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) reforçou a declaração do presidente da Câmara Federal Rodrigo Maia (Democratas) sobre a retomada, ainda este mês do debate a respeito da referida reforma.

De acordo com a avaliação de Aguinaldo este é o momento certo para que o parlamento volte a tratar sobre o tema, sobretudo por conta dos gastos federais que tiveram que ser realizados no combate à pandemia da covid-19.

“O Parlamento está discutindo a reforma tributária há 32 anos, antes da pandemia estávamos com o diálogo bem avançado, é claro que ninguém podia imaginar o que teríamos que passar, mas sabemos agora mais do que nunca que ela é estruturante e precisa ser feita. Com o avanço do gasto público que tivemos, inclusive, com a pandemia, é agora ela crucial”, argumentou durante entrevista à CNN Brasil.

Dando continuidade ao debate da reforma Tributária com os governadores e outras classes que serão impactadas com as mudanças, Aguinaldo revelou que se reuniu de forma virtual com o governador de Mina Gerais, Romeu Zema e ressaltou que diferentemente do passado, agora há consenso dos governos acerca do tema.

“É isso que nos faz acreditar na reforma, com uma diferença muito grande do passado. Havia uma disputa entre os entes federados, não havia consenso entre os governos de estado, sobretudo na proposta que trata da unificação dos tributos sobre o consumo”, completou.

O parlamentar disse ainda que “nunca houve uma sinergia tão grande do ponto de vista do setor produtivo para se melhorar o ambiente de negócio no país como nós estamos vivendo agora”.

Questionado sobre se há possibilidade de o Executivo enviar uma outra proposta, Ribeiro falou que o Parlamento espera sim que o governo possa enviar uma proposta ou participar do debate.

“É legítimo que o governo coloque o que pensa e o Parlamento também. O ideal é que haja convergência” finalizou.