Nilvan se reúne com senador Zé Maranhão que garante apoio em Brasília para a criação do Hospital do Idoso

Nilvan Ferreira, candidato a prefeito de João Pessoa e o vice Major Milanez participaram de uma reunião, na manhã desta segunda-feira (19), com o senador José Maranhão para garantir apoio para instalação do Hospital do Idoso. Durante o encontro, o senador assumiu o compromisso de buscar recursos, em Brasília, para construção da unidade de saúde na Capital.

O candidato ressaltou o compromisso com a pessoa idosa e explicou que um hospital específico vai viabilizar o atendimento evitando longas filas no Sistema Único de Saúde (SUS). “José Maranhão será um parceiro importante para que possamos concretizar o Hospital do Idoso. Ele quando foi governador do Estado construiu grandes obras como o Hospital de Trauma, viaduto de Oitizeiro e 30% do Centro de Convenções. Vou precisar muito do seu empenho e prestígio do Governo Federal lá em Brasília”, comentou.

O senador disse que a ideia de instalar um Hospital com atendimento especifico para o idoso é muito importante na Capital. “É triste você vê que os idosos, alguns que não têm mais família, viverem nas portas dos hospitais mendigando aquilo que eles têm direito na nossa Constituição. Vou empenhar toda a força do meu mandato, inclusive na área do executivo para conseguir recursos para viabilizar esse processo. Nilvan vislumbrou logo uma forma de instalação aproveitando os hospitais que estão fechados”, concluiu.

Para reduzir filas na saúde, Ruy vai implantar cinco Centros de Especialidades Médicas

Decidido a reduzir rapidamente as filas por consultas, exames e cirurgias eletivas, o candidato a prefeito Ruy Carneiro confirmou nesta segunda-feira (19) a instalação de cinco Centros de Especialidades Médicas, um em cada região de João Pessoa, como parte do mutirão de saúde para garantir atendimento a toda a população. Os Centros oferecerão consultas nas especialidades mais demandadas atualmente.

Ruy ressalta que os centros oferecerão especialidades como cardiologia, endocrinologia, dermatologia, ginecologia e oftalmologia e, além disso, haverá uma Unidade de Referência (NASF) em cada centro, para atendimentos com psicólogos, assistentes sociais, nutricionistas, fonoaudiólogos e fisioterapeutas.

“A criação do Centro de Especialidades Médicas em cada distrito sanitário irá oferecer ao cidadão pessoense maior agilidade no diagnóstico. Nosso grande desafio é fortalecer o atendimento na atenção básica, implantar o prontuário eletrônico e agilizar o atendimento da população que mais precisa e depende dos serviços de saúde pública”, enfatizou Ruy.

Outro importante serviço disponibilizado nos centros serão as Salas de Vacinas devidamente equipadas, ampliando a cobertura de vacinação no município e preparando a cidade para a imunização contra o coronavírus no futuro. “Vamos descentralizar a vacinação e torná-la mais próxima das pessoas nos bairros, aumentando o número de crianças vacinadas em João Pessoa. Nós temos que tratar a saúde como prioridade, porque estamos tratando da vida das pessoas”, explicou Ruy.

MAU EXEMPLO: Prefeito de Lucena continuou alugando carro de luxo por R$ 6 mil ao mês durante a pandemia

Apesar de pandemia do coronavírus ter aumentado ainda mais a crise econômica e a miséria nas cidades pobres, prefeitos continuaram gastando dinheiro público como se nada tivesse acontecido. Vejamos o exemplo do prefeito de Lucena, Marcelo Monteiro, mesmo com queda na arrecadação do município, que já é muito carente e possui um dos piores IDH do estado, Marcelo continuou usando um carro de luxo alugado por quase 6 mil reais:

Com apenas 12 mil habitantes e repleta de problemas, como lixão a céu aberto, ruas sem calçamento, saúde precária e educação sem qualidade (há 8 anos a cidade não atinge a meta do IDEB), a cidade de Lucena vem bancando o luxo do prefeito que só gosta de carrão. Em poucos anos, a ostentação de Marcelo Monteiro já custou R$ 350 mil aos cofres públicos com a locação de um Jeep Compass e uma pick-up Amarok.

FARRA DAS DIÁRIAS: Prefeitura de Lucena já gastou mais de R$ 1 milhão com diárias; Marcelo Monteiro embolsou R$ 10 mil para a ir a João Pessoa em apenas 2 anos

Diego do Kipreço anuncia a construção da Vila Olímpica de Bayeux e revitalização da ponte Sanhauá

O candidato a prefeito de Bayeux, Diego do Kipreço disse que vai construir uma Vila Olímpica, revitalizar a Ponte Sanhauá dentro do projeto do Polo Turístico Municipal, reformar as feiras livres e gerar emprego com o Caranga Invest. A apresentação do Plano de Governo aconteceu durante entrevista à rádio Sanhauá.
Diego falou que vai estruturar as feiras livres garantindo mais segurança e uma infraestrutura melhor para os comerciantes e seus clientes. “Vou padronizar as barracas, construir banheiros de qualidade, levar segurança para os feirantes. Sei que os comerciantes falam que os boxes estão sendo arrombados que não tem iluminação. Precisamos estruturar tudo isso. Nossa história comercial começou com meu avô trabalhando naquele mercado do Imaculada”, acrescentou.
Durante a entrevista, o candidato também explicou como serão feitos os investimentos na área de turismo com a revitalização da ponte Sanhauá no bairro do Baralho, através do projeto do Polo Turístico Municipal e o Caranga Invest evento que vai gerar emprego para a população. “O Caranga Invest é um evento que vai gerar emprego para os comerciantes, quem trabalha com artesanato e músicos. Já com relação a revitalizar a ponte do bairro do Baralho, vamos colocar iluminação de qualidade no local e fazer o calçamento das ruas do bairro do Baralho”, comentou e ainda explicou que será adquirido um barco-escola para que crianças e adolescentes possam conhecer a história da cidade, através de passeios ecológicos.
Diego também reafirmou o compromisso de realizar campeonatos amadores e construir uma Vila Olímpica para que os jovens atletas da cidade possam ter um local para treinar com equipamentos de qualidade. “Vamos requalificar os campos e trazer o campeonato amador de volta porque além da gente valorizar o esporte, as pessoas vão assistir e, ao redor do campo teremos um senhor vendendo amendoim e outro picolé, a gente vai atrair para geração de renda. E, ali onde é o Lourival Caetano vamos construir nossa Vila Olímpica”, concluiu.

Para enfrentar a crise, Leo Bandeira se compromete a congelar salário de prefeito, vice e secretários por 4 anos

Candidato a prefeito de Lucena pelo Solidariedade, Leo Bandeira firmou o compromisso de congelar o salário de prefeito, vice e secretários pelos próximos 4 anos. Segundo Leo, a medida é necessária para enfrentar a crise econômica e garantir recursos para investimentos na cidade.

“O Brasil vive um momento de forte crise econômica e chegou a hora da classe política cortar na carne e dar exemplos. Estou aqui para assumir um compromisso de congelar o salário de prefeito, vice e secretários durante os 4 anos de gestão. O prefeito de Lucena recebe 16 mil por mês, portanto, não há necessidade de aumento salarial”, explicou Leo.

 

Cícero apresenta plano para construção de 11 mil casas, reforma e regularização fundiária para famílias na Capital

Com um déficit habitacional em João Pessoa de mais de 20 mil domicílios, incluindo moradias em risco e improvisadas, segundo dados de 2012 do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea),  o candidato a prefeito de João Pessoa, Cicero Lucena (Progressista), apresenta em seu plano de governo um conjunto de propostas para minimizar esse grave problema social e oferecer moradia digna para os pessoenses.

Cicero Lucena vai construir 11 mil unidades habitacionais com habitabilidade, levando em consideração a localização em áreas de risco, situação de vulnerabilidade e risco social, demanda e atendimento de normativos dos programas de política habitacional. “Atualmente a cidade de João Pessoa possui cerca de 85 aglomerados de ocupação, assentamento precário ou moradias irregulares por isso precisamos realizar intervenções para a realocação remanejamento, melhorias habitacionais, regularização fundiária de 4 mil imóveis, urbanização ou implantação de infraestrutura nas ocupações em piores situações de habitabilidade, a considerar aquelas situações de risco à saúde e à vida”, destacou Cícero.

De acordo com Cícero Lucena há 16 anos, quando fui prefeito, não existia o programa Minha Casa e Minha Vida, mas mesmo assim, praticamente com recursos próprios, retirou milhares de famílias que moravam em áreas ribeirinhas, calçadas e barracas de lona e transferiu para casas e apartamentos. “A partir de 2021, em parceria com o governo federal, o governo do Estado e o empenho do deputado federal Aguinaldo e a senadora Daniela Ribeiro, teremos plenas condições de construir um grande plano de habitação onde vamos não apenas reduzir o déficit habitacional, oferecendo moradia com habitabilidade, segurança e dignidade. Vamos construir a casa tendo em vista a necessidade dos idosos e pessoas com deficiência, mas também equipamentos de saúde, escolas e transporte na porta. Vamos fazer o que sempre fizemos, cuidar das pessoas”.

Recuperar os lares

Outro ponto que será priorizado em sua política habitacional é o programa “Recuperar os Lares” que prevê a realização de melhorias habitacionais para as famílias que residam em núcleos informais, com renda mensal de até R$ 2 mil, fazendo reforma e recuperação predial de 3 mil unidades habitacionais em João Pessoa.  “A melhoria consiste em realizar desde a reforma e ampliação do imóvel, garantindo acessibilidade e sustentabilidade, até a construção de telhado, quarto extra, banheiro, instalações elétricas ou hidráulicas, colocação de piso, reboco e acabamentos em geral e a instalação de equipamentos de aquecimento solar ou eficiência energética”, explicou Cícero Lucena.

Regularizar os lares
A regularização fundiária é fundamental para a redução do déficit habitacional na cidade, assim, serão regularizadas 4 mil unidades, garantindo o direito real das famílias do núcleo urbano informal, com renda mensal de até R$ 5 mil, sobre o lote onde residem, implementando a redução dos conflitos fundiários.

Habita Centro

O programa vai implantar a revitalização do Centro Histórico com ações de requalificação dos imóveis residenciais e comerciais, objetivando um adensamento organizado da região. O Centro Histórico é mola mestra para o desenvolvimento de João Pessoa, e ele precisa de gente com habitação de qualidade e com uso misto para moradia e comércio, até mesmo para desafogar áreas com grande concentração populacional e pouca infraestrutura.

“Sempre priorizamos o centro histórico com a construção de equipamentos como o prédio do Iphan, a revitalização da Praça Antenor Navarro as Oficinas Escolas, que infelizmente não recebem a atenção e a manutenção pública necessária. Mas vamos priorizar a revitalização e a habitação no Centro da Capital com incentivos fiscais para a recuperação do Centro Histórico de João Pessoa, que precisa retomar a vida. A ideia consiste em promover investimentos privados através do mecanismo da outorga reversa, em projetos definidos pelo poder público para a recuperação do patrimônio cultural”, destacou Cícero.

Ruy vai implantar cinco Centros da Pessoa Idosa em João Pessoa

João Pessoa, assim como outros locais do Brasil, vem passando por um processo de envelhecimento da população. Pensando nisso, o candidato a prefeito Ruy Carneiro desenvolveu um plano de políticas de bem-estar, incluindo cinco Centros da Pessoa Idosa, para oferecer mais qualidade de vida através de práticas esportivas e de socialização.

Nos centros, que serão instalados nas cinco regiões da cidade, haverá sessões de fisioterapia, yoga, aulas de hidroginástica, artesanato e inglês, um conjunto de serviços voltados à saúde e ao bem-estar das pessoas da terceira idade.

“Vamos oferecer atividades como fisioterapia e hidroginástica, essenciais ao envelhecimento saudável, além de incentivas atividades manuais como artesanato e dar a oportunidade ao idoso de aprender coisas novas, como um novo idioma. Essa e outras atividades fazem parte de uma política para tornar a cidade melhor para todos. Só vamos construir verdadeiramente uma cidade moderna quando garantirmos que as pessoas sejam respeitadas e tratadas com dignidade,” pontuou Ruy.

Entre outras ações para a pessoa idosa, Ruy também vai ampliar e requalificar as calçadas da cidade para melhorar a acessibilidade da população, incentivando os idosos ao envelhecimento ativo e combinando atividades de socialização com serviços de proteção social.

SOPÃO DA FOFINHA: Moradores carentes de Bayeux denunciam que prefeita está servindo lavagem com palito de dente nas comunidades; confira o vídeo

Em vídeo divulgado nas redes sociais, moradores carentes de Bayeux denunciam que a prefeita Luciene de Fofinho está servindo uma lavagem nas comunidades pobres de Bayeux. De acordo com os moradores, até um palito de dente foi encontrado dentro da sopa. Pelo vídeo da pra perceber que a refeição só tem caldo:

Estelionato eleitoral: candidatos ‘fichas sujas’ usam manobras para prosseguir com candidaturas e confundir população

A Lei Ficha Limpa, sancionada em junho de 2010, surgiu como um dispositivo para proibir que pretensos candidatos a cargos eletivos condenados em decisões colegiadas de segunda instância participem dos pleitos eleitorais. Entretanto, 10 anos depois da lei em vigor, políticos usam manobras jurídicas e até candidaturas laranjas para driblar a lei, enganar a população e sobrecarregar a Justiça Eleitoral com “causas perdidas”. Levantamento revela alguns candidatos a prefeito que estão usando deste expediente questionável.

O primeiro da lista é o candidato à reeleição em Sousa, Fábio Tyrone (Cidadania). Ele foi condenado por improbidade administrativa referente ainda à primeira gestão dele, entre 2009 e 2013. O processo transitou em todas as instâncias e não há mais possibilidade de recursos. Mesmo assim, ele mantém a candidatura apesar da quase certa impugnação do seu registro de candidatura por parte da Justiça Eleitoral. Perdem os eleitores, com a celeuma jurídica; a Justiça Eleitoral, já sobrecarregada; e a democracia de maneira geral.

Outro caso emblemático é o da candidata a prefeita de Cuité, Euda Fabiana (MDB). Ela foi condenada no ano passado em 2ª instância no Tribunal Regional Federal da 5ª Região por improbidade administrativa. No início de setembro deste ano, a ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Assussete Magalhães, colocou a pá de cal no recurso especial da candidata, negando seu agravo interno e impondo sua derrota em mais uma instância. Desta maneira, chancelou a sua inelegibilidade e suspensão dos seus direitos políticos por três anos, além de pagamento de multa. Se conseguir mais algum recurso, o que é improvável de acordo com juristas, Euda certamente terá seus votos anulados posteriormente. A população de Cuité, no entanto, sofre como vítima deste estelionato eleitoral.

O prefeito e candidato à reeleição em Pombal, Drº Verissinho (MDB), é mais um à espera de um milagre. Ele foi condenado duas vezes no Tribunal de Contas da União (TCU) pelo crime de superfaturamento, com sentença transitada em julgado, ou seja, sem chance de recurso. O emedebista também foi sentenciado duas vezes pela Justiça Comum e ainda ostenta uma condenação na 8ª Vara da Justiça Federal na Paraíba. Apesar disso, a sua candidatura aguarda o julgamento e provável indeferimento do registro por parte Justiça Eleitoral de Pombal.

Em Duas Estradas, o ex-prefeito Edson Gomes de Luna (Cidadania) está lutando contra a maré. Após conseguir a façanha de ter as contas de dois anos da mesma gestão reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB), com as decisões da Corte referendadas pela Câmara Municipal de Duas Estradas, ele foi punido com a inelegibilidade por oito anos por compra de votos em 2016. No município, os comentários são o de que a campanha dele não passa de um mero teatro.

Há, ainda, quem tenha apostado em candidato poste após a manobra jurídica dar errado. É o caso do ex-candidato a prefeito de Belém do Brejo do Cruz, Germano Lacerda (PSB), que governou o município entre 2009 e 2017. Após a impugnação do seu registro de candidatura pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) em Catolé do Rocha, ele renunciou à sua candidatura e lançou a sua nora, Dra. Elaine (PSB), para disputar o pleito. É a primeira disputa de eleição da médica. Germano possui condenação com suspensão dos direitos políticos em ação de improbidade administrativa, com condenação de ressarcimento ao erário. De acordo com o Ministério Público Eleitoral, Germano só estará elegível novamente em 2030, quando terá 79 anos de idade.