João Azevedo, Cidadania e o prestígio de Nonato

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

Impossível não creditar a escolha do governador João Azevedo pelo Cidadania sem destacar a influência de Nonato Bandeira, seu braço direito na estratégia política.

Certamente João teve outras opções, mas escolheu entrar no partido de Nonato e Ronaldo Guerra. Se ingressou num partido sem exigir a presidência é porque o governador confia muito na dupla.

E não teria como não confiar, desde o início do governo, Nonato e Guerra têm apagado muitos incêndios e facilitado a vida de João Azevedo, que não foi nada calma em 2019.

Com a filiação de João ao Cidadania, Nonato se firma como o número 1 após o chefe do executivo. É o homem forte do governo.

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
Cadê o(a) candidato(a) Cartaxo?

Cadê o(a) candidato(a) Cartaxo?

O Carnaval passou e com ele chega a expectativa da escolha do sucessor – ou sucessora – do prefeito Luciano…
TERÇA-FEIRA DE FOGO: 6ª Turma do STJ precisa prender o Sergio Cabral da PB

TERÇA-FEIRA DE FOGO: 6ª Turma do STJ precisa prender o Sergio Cabral da PB

Sim, não somos tão desenvolvido como o Rio de Janeiro, mas também temos o nosso Sérgio Cabral! Antes da ‘quarta-feira…
Socorro Gadelha e o 'DNA Ribeiro'

Socorro Gadelha e o 'DNA Ribeiro'

Recém filiada ao PV, mesmo partido do prefeito Luciano Cartaxo, a secretária de Habitação de JP, Socorro Gadelha, talvez seja…
Coordenador das operações que prenderam Berg Lima e Ricardo Coutinho faz um desabafo: "Neste país só quem não pode pagar, fica preso"

Coordenador das operações que prenderam Berg Lima e Ricardo Coutinho faz um desabafo: "Neste país só quem não pode pagar, fica preso"

O promotor Octávio Paulo Neto tem feito história à frente do GAECO, grupo do Ministério Público responsável por investigar e…

Siga-nos Facebook

Campina