Ricardo Coutinho, ex-presidiário e futuro ficha-suja

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

Para o ex-governador Ricardo Coutinho o mundo não tem apenas girado, tem capotado. Ex-rei da Paraíba, RC deixou o governo se achando o maior líder político de toda a história. Porém, meses depois estava preso por chefiar uma organização criminosa que desviou mais de R$ 130 milhões apenas da Saúde.

Em breve o Sérgio Cabral da Paraíba também vai virar ficha-suja, o que sepultará de vez a sua já fracassada tentativa de abocanhar os cofres da prefeitura de João Pessoa. Na semana passada o ministro Og Fernandes anulou decisão monocrática de seu colega Napoleão Nunes Maia (Sim, aquele que livrou RC da prisão!), em favor do ex Ricardo Coutinho na AIJE da PBprev.

Uma das peças que levaram Og a reformar a decisão de Napoleão foi o parecer do procurador Humberto Jacques, além, obviamente, de recurso da coligação A Vontade do Povo.

O detalhe foi que, em seu parecer, o vice-procurador geral eleitoral Humberto Jacques comparou o caso de Ricardo Coutinho ao do ex-governador carioca, Luiz Fernando Pezão: Em julgamento ocorrido em 9 de abril de 2019, o Tribunal Superior Eleitoral, ao analisar o recurso ordinário interposto pelo Ministério Público Eleitoral nos autos do recurso ordinário no 7634-25.2014, determinou a cassação do diploma outorgado ao ex-Governador do Estado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando de Souza, mesmo já tendo se encerrado seu mandato eletivo, para fins de Inelegibilidade.”

 

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
A bancada do ex-presidiário Berg Lima na Câmara Municipal de Bayeux

A bancada do ex-presidiário Berg Lima na Câmara Municipal de Bayeux

O eleitor de Bayeux pode ainda não saber em quem votar para vereador, mas certamente ele já sabe em quem…
Ex-prefeito ficha suja de Lagoa de Dentro escala o filho para ser candidato em Bayeux

Ex-prefeito ficha suja de Lagoa de Dentro escala o filho para ser candidato em Bayeux

Não é segredo pra ninguém que na Paraíba muitos veem a política como um negócio de família. Em Bayeux, por…
Apesar do caos deixado por Berg Lima, Kita começa a botar ordem na casa

Apesar do caos deixado por Berg Lima, Kita começa a botar ordem na casa

Você pode até não simpatizar com o prefeito interino de Bayeux, mas é preciso reconhecer que em um mês Jefferson…
Em tempos de pandemia e combate às fakenews, propaganda eleitoral na TV ganha mais importância e credibilidade

Em tempos de pandemia e combate às fakenews, propaganda eleitoral na TV ganha mais importância e credibilidade

As eleições 2020 serão diferentes em várias sentidos. Primeiro porque vivenciamos uma pandemia que vai diminuir a participação popular nas…

Siga-nos Facebook