Mais econômico que Gervásio Maia, Adriano Galdino vai poupar R$ 2 milhões em 4 anos com locação de carros

Semanas atrás fizemos uma denúncia sobre a farra com locação de carros na gestão do ex-presidente da ALPB, Gervásio Maia. Um levantamento realizado pelo blog no site do Tribunal de Contas do Estado revelou que apenas no ano de 2018 a Assembleia gastou a fortuna de R$ 1.855, 000,00 (um milhão oitocentos e cinquenta e cinco mil reais) com três locadoras: M3 Rent A Car Locadora De Veiculos Ltda, Localiza Rent A Car Sa e Talentos Locadora De Veiculos Ltda Me:

Para sorte dos cofres públicos, o contrato não foi renovado pelo presidente Adriano Galdino, que realizou novo processo licitatório e vai economizar quase R$ 50 mil por mês em relação ao que está sendo pago atualmente. Uma economia de R$ 590.280,00 por ano. Mais de R$ 2 milhões até o final do segundo biênio de Adriano Galdino, em 2023.

Uma atitude que deveria ser corriqueira, ainda mais em tempos de crise econômica.

Além do mais, o número de automóveis locados passará de 26 para 30 carros. A economia se dará devido a mudança nos modelos dos veículos, que continuarão atendendo com conforto e segurança aos setores da Casa, mas implicarão num custo menor do contrato.

“A ordem é cortar custos. Vamos diminuir os gastos e fazer um trabalho que a gente possa dar as respostas que o povo da Paraíba quer”, ressaltou o presidente Adriano Galdino.

Os funcionários e parlamentares parabenizaram a iniciativa da Mesa Diretora, através do presidente Adriano Galdino, que tem realizado esforços para diminuir gastos. Atualmente, a ALPB tem 26 veículos locados no valor mensal de R$ 167.690,00. Com o novo contrato, a Assembleia Legislativa vai poder contar com 30 veículos no valor de R$ 118.500. “Ou seja, teremos uma economia mensal de 49.190,00 reais por mês e anual de 590.280,00″, explicou o presidente da Comissão de Licitação, Renato Caldas Lins Júnior.

De acordo com Renato Lins, atualmente a Casa possui contrato com três empresas de veículos que atendem as demandas. “Esses contratos estão em fase de vencimento e o objetivo é que a ALPB possa economizar os gastos com os automóveis. Vamos ter uma redução de praticamente 30% no valor atualmente gasto com locação de veículos. Estamos realizando todos os esforços necessários para melhorar os custos e o trabalho feito aqui na Assembleia”, disse o presidente da Comissão de Licitação.

Desde que assumiu a presidência do Legislativo Estadual no início do ano, o deputado Adriano Galdino vem realizando ações que visam fazer uma grande reforma administrativa para otimizar os trabalhos na Casa. O presidente afirmou que a prioridade é se adaptar ao cenário de crise estadual e nacional. Galdino já tem feito redução de gastos em outros setores, como nos gabinetes dos deputados e também nas secretarias da Casa.

Polítika com ALPB.

MORDOMIA: Em apenas um ano, gestão de Gervásio Maia na ALPB gastou quase R$ 2 milhões com locação de carros para os deputados

Cida Ramos diz que Virgolino e Cabo Gilberto tem fixação por Ricardo Coutinho

Após o deputado estadual Jeová Campos (PSB) criticar a obsessão do seu colega Wallber Virgolino em falar sempre do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), “cuspindo no prato que comeu”, foi a vez da deputada Cida Ramos falar sobre a “fixação” de deputados pelo ex-governador. Ela disse que se tratava de uma questão já da ordem psicológica, se referindo a Wallber e Cabo Gilberto Silva, que não foram citados nominalmente pela socialista.

“É impressionante como o governo Ricardo Coutinho foi tão forte ao ponto de causar um processo psicológico, de fixação, naqueles que nada têm a debater e a oferecer nesta Casa. É impressionante como um governo, que nem é mais governo, mas se torna referência para todas as falas que são colocadas por um ou outro deputado nesta Tribuna”, lamentou.

Cida disse ainda que os parlamentares, que batem sempre na tecla da Segurança Pública, têm memória curta porque a “fixação” por Ricardo é maior.

“O nome é doce, mas é doce na boca daqueles que não têm nada a dizer e que chegam aqui para repetidamente falar de um governo que mudou a face da Paraíba. Aqui, os que chegam para falar da Segurança, eles não se lembram de tempos atrás. A memória é tão fixada no governo Ricardo Coutinho, porque foi ele que conseguiu colocar salários, um dos melhores do Nordeste, que fez com que a polícia tivesse pneu, carro, armamento e a inteligência funcionasse. Como era há 10 anos? A memória é curta porque a fixação é longa”, arrematou.

ParaíbaJa

MODO PSB DE GOVERNAR: Cabo Gilberto denuncia que policiais estão recebendo apenas R$ 6 por hora trabalhada em dia de folga

O deputado Cabo Gilberto denunciou o descaso que estão fazendo com os policiais militares na Paraíba. “É inadmissível, é humilhante, é desrespeitoso com a dignidade da pessoa humana, o policial , devido a falta de efetivo, está sendo convocado para trabalhar durante a sua folga por R$ 6,00 a hora trabalhada. Não tem ser humano que suporte, nem a carga de trabalho, nem a miséria de salário”, denunciou o parlamentar.

A denúncia do deputado, que é cabo da Polícia Militar da Paraíba, foi feita após a publicação da convocação dos policiais que são obrigados, no segundo dia de folga, a deixar seu descanso, sua família, e ir trabalhar a R$ 6,00 por hora trabalhada, correndo risco de vida.

Deputado Cabo Gilberto pede com urgência justificativa ao comandante Geral da PM sobre inconsistência no Curso de Formação de Oficiais

Desde a última sexta-feira, dia 10, foi entregue ao Comando Geral da Polícia Militar, ofício do gabinete do deputado estadual Cabo PM Gilberto Silva (PSL), pedindo, com urgência cópia dos exames toxicológicos, e justificativa do grande número de eliminação de concorrentes no Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar da Paraíba.

O Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar da Paraíba, classificou 78 concorrentes para 30 vagas. Em uma das fases do certame algo inusitado aconteceu, quando 74% dos alunos foram reprovados no exame toxicológico, o que gerou suspeita e apreensão tanto dos estudantes, quanto de seus familiares.

O deputado estadual Cabo PM Gilberto Silva, ao tomar conhecimento do fato, considerou urgente explicação do Comando Geral da Polícia Militar e a suspensão das novas etapas do Curso, para que prejudicados na eliminação, não tenham seu direito violado tendo em vista que inconsistências podem prejudicar candidatos de forma injusta.

“Nossa preocupação de imediato é que ninguém seja prejudicado, e todos possam concorrer em pé de igualdade, e uma inconsistência na elaboração do edital não seja injusto com uns e beneficie outros candidatos”, comentou o parlamentar.

Deputados aprovam requerimento de Virgolino pela instalação de ponto eletrônico para jornalistas do comitê de imprensa

Os deputados estaduais aprovaram por unanimidade, na sessão de terça-feira (7), o requerimento de autoria do deputado estadual delegado Wallber Virgolino (Patriota), que pede a instalação de ponto eletrônico também para os funcionários da imprensa da Assembleia Legislativa.
Segundo o deputado Virgolino, o ponto eletrônico já existe para confirmar a presença dos parlamentares e demais trabalhadores da Casa Legislativa, mas a a imprensa que trabalha na Assembleia não tinha como aferir a presença.
“Sabendo que se trata de um direito da população, o de verificar o real trabalho de seus representantes, e da necessidade que estes possuem de seus auxiliares, também é importante que os jornalistas passem a confirmar suas presenças como funcionários da Casa de Epitácio Pessoa”, disse Wallber Virgolino.

CORTES NAS UNIVERSIDADES: Ranieri Paulino critica hipocrisia do PSB e lembra que RC cortou orçamento da UEPB por 8 anos

A hipocrisia é um traço característico do PSB paraibano, principalmente do ex-governador Ricardo Coutinho, um mentiroso contumaz. Praticamente tudo que Bolsonaro vem fazendo de ruim no governo federal, o PSB já fez igual na Paraíba.

O corte na educação superior é um exemplo gritante. Hoje a deputada estadual Estela Bezerra critica a atitude de Bolsonaro, mas passou 8 anos calada enquanto RC cortava meio bilhão de reais da UEPB.

O deputado estadual Ranieri Paulino fez questão de lembrar a contradição dos girassóis:

“Qualquer pessoa que preze pelo fortalecimento das políticas públicas para a educação irá manifestar opinião contrária aos cortes das verbas das Universidades Públicas do Brasil. Não é de hoje que nosso mandato se coloca contra cortes em orçamentos e falta de investimentos nas universidades. Vale ressaltar que, antes mesmo da crise nacional se instalar, nossa defesa em favor da UEPB já era bandeira de luta na Assembleia Legislativa. Com o orçamento apertado e a cada ano mais reduzido pelo Governo do Estado, a reitoria da UEPB sinalizou que não garante abertura de vagas para o semestre 2019.2, prejudicando inclusive a abertura de alguns cursos e, consequentemente, os sonhos de muitos alunos. Descaso, falta de diálogo e sucessivos cortes no orçamento que prejudicam professores, alunos e servidores, infelizmente, não são nenhuma novidade na Paraíba.”

SOCIALISMO GIRASSOL: Enquanto sobrava dinheiro para a Cruz Vermelha pagar propina, Ricardo Coutinho cortava meio bilhão de reais da UEPB

VÍDEO: Cabo Gilberto acusa ex-governador Ricardo Coutinho de superfaturar compra de helicóptero que não funciona

O deputado estadual Cabo Gilberto Silva, do PSL, detonou o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) na manhã desta quarta-feira (08), durante sessão na Assembleia Legislativa. Ele disse que o governo de Coutinho superfaturou a compra de um helicóptero em quase R$ 2 milhões.

O parlamentar apresentou o contrato e mostrou que  a aeronave custou R$ 16,7 milhões, mas, segundo o deputado, o governo do Rio de Janeiro, comprou helicóptero similar por cerca de R$ 15 milhões: “Superfaturamento de quase R$ 2 milhões, inclusive, esse helicóptero (da Paraíba) foi comprado em março de 2018, mas só funcionou na campanha eleitoral (em outubro).”

O parlamentar disse que “o senhor Ricardo Coutinho, então governador, utilizou a máquina pública em favor de seus candidatos, João Azevedo e Fernando Haddad… Quando acabou o segundo turno, os helicópteros sumiram. O helicóptero está no hangar do governo, sem as hélices e sem o motor”, afirmou.

O deputado revelou ter feito uma investigação e descobriu que foi a ex-secretária Livânia Farias quem assinou a compra do helicóptero, e Leandro Nunes Azevedo, foi o responsável para fazer a fiscalização da compra. Ambos, como se sabe, foram presos na Operação Calvário, por desvio de recursos públicos: “Não tem dinheiro pra nada neste Estado, mas para corrupção tem dinheiro de sobra”.

E arrematou: “O ex-governador, o ditador Ricardo Coutinho prestou um desserviço aos cofres públicos e à sociedade paraibana, e ainda ataca a Imprensa, ataca os órgãos fiscalizadores, o Ministério Público, a Justiça e a própria Assembleia Legislativa, quando disse que os deputados valiam R$ 300 mil e eram como um pneu furado, ou seja, furou, trocou, e, agora, fica dando uma de bom moço, paladino da moral, mas a máscara de vossa excelência vai cair.” O deputado revelou que está encaminhando a denúncia ao Ministério Público.

CONTRATO DA COMPRA NO RJ

Veja um trecho do discurso:

Nabor Wanderley e a dança do congo

O deputado estadual Nabor Wanderley foi a revelação do evento de abertura da Frente Parlamentar pelo Desenvolvimento do Semiárido, realizado nesta sexta, 03, em Pombal. O parlamentar se vestiu à caráter e mostrou que sabe dançar o congo:

Tudo bem que Nabor Wanderley ficou parecendo um anão de jardim, mas o que vale é a preservação da cultura popular.

Segundo delegado, Ricardo Coutinho é o chefe da ORCRIM girassol

O delegado e deputado estadual Wallber Virgulino acredita que o ex-governador Ricardo Coutinho é o chefe da ORCRIM girassol, organização criminosa que desvia dinheiro da saúde através das organizações sociais Criuz Vermelha e Ipcep. A declaração foi dado na segunda-feira, 29, no programa Correio Debate:

Em contato com o Polítika, o parlamentar reforçou a acusação de que Ricardo Coutinho Coutinho é o chefe da maior organização criminosa da Paraíba:

“Ele atua desde a prefeitura de João Pessoa e os escândalos se multiplicam, a exemplo do Caso Cuiá, Gari Milionário, Jampa Digital, Caso Bruno Ernesto, Cruz Vermelha, entre outros”, afirmou.

Para Walber, o comportamento de Ricardo Coutinho é típico de gangster querendo destruir a reputação de homens de bem. “Ele não tem formação familiar, educação e moral para comandar um estado com um povo tão honesto e batalhador. Ricardo Coutinho importou do Rio de Janeiro a maior organização criminosa e aprendeu com Sergio Cabral a chefiar a ORCRIM”.

O delegado foi mais além e disse que Ricardo Coutinho também queria superfaturar compras na secretaria de Administração Penitenciária:

 

Cabo Gilberto afirma que João Azevedo tem informações privilegiadas e tenta obstruir a Justiça; “Se não for afastado do governo, toda a Operação Calvário pode acabar em pizza”

O deputado estadual Cabo Gilberto afirmou nesta quarta, 01, que o governo João Azevedo “passou recibo” ao exonerar dois secretários investigados na Operação Calvário “coincidentemente” na manhã em que o GAECO realizava a 4a fase da operação.

“Cobramos a demissão de Gilberto Carneiro, Livânia Farias e Waldson de Souza há meses, mas o governador “coincidentemente” só os exonerou no Diário Oficial da terça-feira, 30, editado na segunda-feira, 29. Ou seja, um dia antes da 4a fase da Operação Calvário o governo já tinha as informações sobre os mandados de busca e apreensão”

Para o parlamentar, é muita coincidência a exoneração antes da operação:

“No meu entendimento o governo de João Azevedo tem informações privilegiadas e tenta obstruir a Justiça. Se João não for afastado, toda a Operação Calvário corre riscos de acabar em pizza”