Ruy Carneiro critica modelo de gestão do PSB: “A saúde não pode ser gerida por organizações sociais sem a devida fiscalização do Estado”

Saúde pública é responsabilidade do Estado e não pode ser terceirizada para organizações sociais (OS) sem que haja a devida fiscalização, acompanhamento e cobrança de resultados permanentes por parte deste mesmo Estado.

É este o argumento defendido pelo deputado federal Ruy Carneiro ao comentar o caos enfrentado por unidades de saúde paraibanas administradas por OS.

Recentemente, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) reprovou, por unanimidade, as contas da gestão da Organização Social Instituto de Gestão em Saúde (Gerir), que administra a Maternidade Doutor Peregrino Filho, em Patos. Estima-se que a OS causou um prejuízo de R$ 3 milhões aos cofres públicos, com gastos elevados, irregularidades na contratação de terceirizadas e valores pagos sem comprovação.

O mesmo Instituto Gerir tem sido alvo de denúncias por parte do Conselho Regional de Medicina (CRM) da Paraíba. Além de salários atrasados do funcionalismo, a maternidade, que atende a Patos e outros 90 municípios sertanejos, sofreu “interdição ética” por parte do CRM, o que prejudicou o atendimento das mulheres gestantes. O hospital Regional de Patos e o Hospital Geral de Taperoá, também administrados pela mesma OS, entram na lista das unidades com problemas de pagamento de salários aos funcionários, falta de medicamentos e insumos.

“Depois do desmantelo, o Governo do Estado começou a tomar medidas, a nosso ver ainda tímidas. Mas se estas OS foram pagas ao longo dos anos para atender à saúde da população, porque a situação chegou a este ponto de total descontrole? Porque o Governo do Estado não fiscalizou antes? Quanto foi pago ao longo dos anos e quanto do dinheiro da população foi desperdiçado? Isto sem falar na perda de vidas, ocasionada por um atendimento precário”, cobra Ruy Carneiro.

Candidato a federal, Leonardo Gadelha recebe apoio de 10 vereadores e suplentes de Campina Grande

O candidato a deputado federal Leonardo Gadelha (PSC) recebeu nesta quarta-feira (05) um apoio substancial na campanha para tentar retornar à Câmara Federal nas eleições de outubro próximo.

Ao lado do empresário Dalton Gadelha, ele esteve reunido no começo da tarde com 10 vereadores e/ou suplentes da bancada situacionista na Câmara Municipal de Campina Grande, no restaurante Tábua de Carne, ocasião em que recolheu do grupo o apoio e o engajamento à sua postulação.

O grupo é formado por Nelson Gomes Filho (PSDB), Ivan Batista (PSDB), Sargento Regis, Joia Germano (PSDB), Álvaro Farias (PSC), Márcio Melo (PSDC), Sargento Neto (PRTB), Janduhy Ferreira (Avante), Saulo Germano (PSDC) e Alexandre do Sindicato (PHS).

– Fiquei extremamente contente e emocionado com os depoimentos que escutei dos vereadores acerca dos investimentos que estamos fazendo em Campina Grande – assinalou Dalton Gadelha, chanceler da Unifacisa.

Leonardo, que tem se destacado por sua defesa de um modelo econômico que torne a Paraíba uma referência nacional em desenvolvimento sustentável na área de energias renováveis, recebeu da empreendedora Campina Grande um apoio e tanto.

“A experiência que Luciano tem, Lucélio também tem, é um prefeito auxiliar”, afirma Geraldo Amorim

Policial federal aposentado e pré-candidato a deputado federal pelo PV, o ex-vereador de João Pessoa, Geraldo Amorim, ressaltou nesta terça-feira, 08, as qualidades do pré-candidato ao governo Lucélio Cartaxo: “A experiência que Luciano tem, Lucélio também tem, é um prefeito auxiliar”.

Amorim também destacou a forma como Luciano e Lucélio fazem política e ressaltou a diferença com os adversários.

“Político sem sensibilidade é um ditador. Uma gestão não se faz apenas com obras de cal e pedra, é preciso cuidar das pessoas, como Cartaxo faz ao melhorar e ampliar as creches e construindo mais de 7 mil moradias”, disse Amorim.

 

 

 

 

Com a presença do prefeito Luciano Cartaxo, Amorim lança pré-candidatura a deputado federal em evento com mais de 200 apoiadores

Em evento bastante prestigiado, o policial federal aposentado e ex-vereador de João Pessoa, Geraldo Amorim, lançou oficialmente a sua pré-candidatura a deputado federal, na noite da ultima quinta, 26.

Amorim acredita no sentimento de renovação do povo paraibano e na sua trajetória política para superar a estrutura e a superioridade financeira dos adversários.

“A mudança depende de cada um de nós e chegou a hora de fazer uma faxina geral em Brasília, derrotando aqueles que só aparecem a cada quatro anos, não pensam no bem-estar do povo e ainda sustentam um governo corrupto como o de Temer”, disse Amorim.

Recém filiado ao PV, partido do também pré-candidato Lucélio Cartaxo, Geraldo Amorim aposta na imagem positiva construída como vereador de João Pessoa por dois mandatos.

“Quando ninguém denunciava os privilégios da classe política, em 2004 eu já apresentava projeto de lei reduzindo o recesso parlamentar de 90 para 45 dias. Também me posicionei contra o auxílio paletó, carros oficiais e outras mordomias desnecessárias. Meus exemplos falam por mim, e isso é mais importante que discurso político. O eleitor precisa ficar atento à trajetória política do candidato e suas atitudes, porque discurso todos fazem, mas bons exemplos poucos têm”, afirmou Geraldo Amorim.

O prefeito Luciano Cartaxo ressaltou as qualidades de Amorim e o período de 5 anos em que ele esteve à frente da secretaria municipal de Segurança. “Amorim foi um dos melhores secretários da gestão e tenho certeza que o atual momento político pede pessoas como Amorim na Câmara Federal. Ele é um político decente e o Brasil precisa de renovação com qualidade e, acima de tudo, honestidade”, disse Cartaxo.

DEPUTADO FEDERAL: Geraldo Amorim realiza evento de lançamento da pré-candidatura nesta quinta, 26

O pré-candidato a deputado federal pelo Partido Verde, Geraldo Amorim, realiza nesta quinta-feira, 26, às 19h, o lançamento da sua pré-candidato à Câmara Federal. O evento acontece no Hotel Litoral, na praia de Tambaú, e vai reunir a militância, amigos e apoiadores.

O prefeito de João Pessoa e o pré-candidato a governador, Lucélio Cartaxo, também irão comparecer ao evento.

“Contamos com a presença dos nossos amigos e apoiadores para debater o início dessa caminhada e iniciar a construção das propostas que vamos apresentar durante a campanha para a sociedade. Nosso foco será a renovação, a ética na política e o combate à corrupção. Acredito que a minha postura adotada nos dois mandatos em que fui vereador me dá credibilidade para levantar tais bandeiras”, afirma Amorim.

Policial federal aposentado e vereador por dois mandatos (2005-2012), Amorim desistiu de disputar um terceiro mandato porque sempre defendeu apenas uma única reeleição para o legislativo.

Amorim também se destacou no combate aos privilégios na Câmara Municipal e foi autor da lei diminuindo o recesso parlamentar de 90 para 45 dias. E por diversas vezes tentou acabar com a reeleição para presidente da Câmara.

Diferente dos políticos tradicionais e sem fortunas para gastar na eleição, Amorim acredita no sentimento de renovação e na sua trajetória política de ética e coerência para chegar à Câmara Federal e ser uma ferramenta da sociedade no combate à corrupção e no corte dos privilégios dos parlamentares.

Como secretário de segurança pública de João Pessoa, Amorim deixou sua marca ao modernizar a Guarda Municipal, qualificando os agentes e modernizando a estrutura com equipamentos de última geração e viaturas novas.

Resultado de imagem para geraldo amorim secretario joao pessoa

 

 

Entidades de classe da Polícia Federal se articulam para eleger representantes na Câmara; Geraldo Amorim é o escolhido na Paraíba

Policial Federal aposentado e ex-vereador de João Pessoa, Geraldo Amorim é o escolhido na Paraíba para representar a categoria nas eleições, almejando uma vaga de deputado federal. Amorim conta com o apoio da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais – APCF, que vai lançar um candidato identificado com a categoria em cada estado da federação.

A ideia é eleger um bancada para fazer lobby no Congresso e defender os interesses da categoria e fortalecer o combate à corrupção no Brasil.

Assim como a bancada dos evangélicos, dos ruralistas e tantas outras, agora também vai surgir a bancada da Lava-Jato, mas no bom sentido.

Promessa de renovação, Amorim foi vereador de João Pessoa por dois mandatos e não disputou o terceiro porque sempre foi contra mais de uma reeleição no legislativo. Nos últimos 6 anos ocupou a secretaria de segurança de João Pessoa e foi o responsável pela modernização e aparelhamento da Guarda Municipal.

Pré-candidato à Câmara Federal, Geraldo Amorim defende a redução do número de deputados de 513 para 257

O ex-vereador de João Pessoa e pré-candidato a deputado federal, Geraldo Amorim, defendeu nesta terça-feira, 17, a redução da Câmara Federal pela metade; passando de 513 para 257 parlamentares.

“Temos o maior e o mais caro congresso do mundo, com 513 deputados, em sua maioria formado por pessoas de atuação duvidosa e distante das necessidades da sociedade. Não desconheço e nem quero reduzir a importância da Câmara Federal, mas precisamos valorizar o acesso, qualificando o parlamento e fazendo com que o eleitor vote com mais cuidado”, justificou Amorim.

Caso a Câmara Federal seja reduzida pela metade, a Paraíba passaria a contar com 6 deputados federais e 18 deputados estaduais.

“Com menos deputados federais e estaduais, ficaria mais fácil para a população fiscalizar e cobrar seus representantes. E certamente eles teriam mais receio de fazer besteiras e votar contra o povo. E ainda teríamos uma grande economia de dinheiro público, já que hoje cada deputado custa R$ 180 mil por mês e mais de R$ 2 milhões ao ano”, explicou Amorim.

Atualmente uma PEC já tramita no Congresso pela redução da Câmara de 513 para 386 deputados, mas provavelmente não será votada em 2018 e terá que ser reapresentada em 2019.

Pré-candidato a deputado federal, Geraldo Amorim é contra a privatização da Eletrobrás

O ex-vereador de João Pessoa e pré-candidato a deputado federal, Geraldo Amorim, se declarou nesta quinta-feira, 22, contrário a privatização da Eletrobras. O projeto de lei foi enviado pelo presidente Michel Temer e tramita nas comissões da Câmara Federal

“Não é justo que entreguemos um patrimônio estratégico do povo brasileiro ao capital estrangeiro que só pensa em lucro. Tenho certeza que o que irá acontecer em caso de privatização é o aumento de tarifa e precarização do serviço, como aconteceu na telefonia”, afirmou Amorim.

Segundo o pré-candidato, hoje temos o pior serviço de telefonia e o mais caro do mundo. “Não entendo porque as estatais de energia e telefonia dão lucro em países desenvolvidos, mas só aqui no Brasil temos prejuízo. É uma questão de gestão ou de corrupção”, concluiu Geraldo Amorim.

Adones Júnior deve disputar mandato de deputado: “Santa Rita tem tamanho e precisa eleger um federal”

Candidato a prefeito de Santa Rita em 2012, o suplente de deputado estadual, Adones Júnior, está estudando a ideia de disputar uma vaga na Câmara Federal em 2018. Adones acredita que um mandato trará projetos federais e milhões em emendas para a cidade.

“Somos 90 mil eleitores e nunca tivemos um representante legítimo da cidade, que é a terceira maior da Paraíba. O parlamentar tem o dever de ajudar no desenvolvimento de sua cidade, por isso acredito na importância de um deputado federal de Santa Rita”, explicou Adones.

Adones deve apostar no voto regional, nos recursos em emendas que Santa Rita pode conquistar e no discurso da autoestima da população para convencer a maioria dos 90 mil votos e ser o mais votado da cidade.