VÍDEO: Ricardo Coutinho recebia propina de mais de meio milhão de reais por mês apenas da Saúde

Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on pinterest
Share on whatsapp

De acordo com a delação premiada de Livânia Farias, o ex-presidiário Ricardo Coutinho estava metendo sua mão grande e magra em R$ 568 mil por mês. O valor era uma combinação do dinheiro desviado de duas organizações sociais: a Cruz Vermelha gaúcha, que terceirizou o Hospital de Trauma, e o Ipcep, que assumiu o Hospital Metropolitano de Santa Rita.

Num dos vídeos que vazou de sua delação, Livânia detalha os entendimentos com Daniel, primeiro para acertar a organização social que iria vencer a licitação para ao Metropolitano, depois, para o pagamento da propina, dividida entre as duas OSs camaradas.

A Cruz Vermelha entraria com cerca de R$ 358 mil, e o Ipcep, com o restante, e os pagamentos deveriam se perpetuar, inclusive, após a saída de Ricardo Coutinho do governo, em 1º de janeiro de 2019, devendo o pagamento das propinas ser honrados, após o repasse do governo João Azevedo para as organizações sociais.

Quando João decretou a intervenção no Trauma, então a torneira da propina fechou. Situação que irritou demais o ex Ricardo Coutinho, levando ao rompimento com Azevedo.

 

Comentar com Facebook

Comentários

Notícias relacionadas
"A corrupção não é algo brasileiro, mas a impunidade é uma coisa muita nossa", diz Nilvan Ferreira sobre decisão do STJ a favor do ex-presidiário Ricardo Coutinho

"A corrupção não é algo brasileiro, mas a impunidade é uma coisa muita nossa", diz Nilvan Ferreira sobre decisão do STJ a favor do ex-presidiário Ricardo Coutinho

Pré-candidato a prefeito de João Pessoa, o comunicador Nilvan Ferreira comentou a decisão do STJ que manteve o ex-presidiário Ricardo…
Livânia Farias nega pressão do Gaeco por delação premiada

Livânia Farias nega pressão do Gaeco por delação premiada

A ex-secretária de Administração do Estado, Livânia Farias, divulgou carta nesta terça-feira (18), na qual nega pressão do Ministério Público…
STJ mantém o Sérgio Cabral da Paraíba em liberdade

STJ mantém o Sérgio Cabral da Paraíba em liberdade

Por 4 votos a 1, a Sexta Turma do STJ manteve a liminar concedida em dezembro por Napoleão Nunes Maia…
STJ começa a julgar pedido para prender Ricardo Coutinho novamente

STJ começa a julgar pedido para prender Ricardo Coutinho novamente

A Sexta Turma do STJ iniciou o julgamento de um recurso da PGR para derrubar a decisão do ministro Napoleão…

Siga-nos Facebook

Campina