Berg Lima vai perder salário de R$ 20 mil e voltará a receber R$ 2.526

O prefeito afastado de Bayeux, Berg Lima, recebia o terceiro maior salário entre os prefeitos da Paraíba, R$ 20.257,00, quase o mesmo valor recebido por Luciano Cartaxo, prefeito da Capital. Mas achou que estava recebendo pouco e resolveu meter a mão no que não era dele.

Além de passar vergonha em cadeia nacional e ficar um bom tempo atrás da grades, com a cassação iminente, Berg também perderá o salário de prefeito e voltará a receber R$ 2.526,00 como assistente de alunos no IFPB:

Procuramos a prefeitura de Bayeux para informar se Berg Lima continua recebendo integralmente o salário de prefeito ou apenas o proporcional de julho, mas não obtivemos resposta.

Maranhão comunica ao PMDB que não será candidato em 2018

O vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior (PMDB), afirmou na manhã desta segunda-feira (14), em entrevista à MaisTV, canal de vídeo do Portal MaisPB, que o senador José Maranhão, presidente da executiva estadual do PMDB, não sairá candidato ao governo em 2018. Segundo Manoel, essa teria sido uma decisão comunicada ao partido pelo próprio Maranhão.

MaisPB

INSEGURANÇA: ‘Piratas do asfalto’ aterrorizam BRs

Matéria do Correio da Paraíba:

Motoristas que cruzam as rodovias federais e estaduais da Paraíba têm lidado com um problema cada vez mais comum: os assaltos e tentativas de assaltos nas BRs. Em números, é possível constatar o aumento de quase 36% nas ações desses ‘piratas do asfalto’, que saqueiam caminhões e veículos de passeio, quando comparados os primeiros
semestres de 2016 e 2017.

Segundo dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), ano passado foram 39 ocorrências,
contra as 53 no mesmo período deste ano. O principal aumento foi no roubo a caminhões, 127,7% a mais quando se compara o primeiro semestre de 2016 e 2017, saltando de 11 para 25. O número já é quase o mesmo de todo ano passado, quando foram registrados
30 assaltos.

Aos que trafegam pelas rodovias paraibanas, atenção e cuidado se tornaram elementos básicos de segurança, é o que destaca o caminhoneiro Antônio Pereira da Silva, que há mais de 22 anos cruza o Estado à trabalho. “A gente vive com medo. Parar a noite nem pensar, porque a gente vive vulnerável. Eu e outros caminhoneiros temos feito ‘caravanas’,
andamos em grupo e só paramos quando estamos juntos”.

O caminhoneiro nunca foi assaltado, mas já sofreu tentativas por diversas vezes. “Até hoje meu caminhão tem a marca de uma pedra que atiraram no meu carro. Estava em trânsito e jogaram uma pedra grande para quebrar o retrovisor e me atingir. Por sorte a pedra bateu na porta, mas o que queriam é que causasse um acidente para eu parar o caminhão.

Outros amigos não tiveram a mesma sorte e já foram assaltados várias vezes”, disse.
Um dos trechos mais perigosos na Paraíba fica no quilômetro 62 da BR-101, na estrada para a cidade de Mamanguape, Litoral Norte. Ali, rotineiramente há casos de assaltos ou tentativa de assalto aos condutores que trafegam na região.

Os crimes quase sempre são ousados e revelam a despreocupação de alguns desses criminosos. Em maio, por exemplo, motoristas foram assaltados em barricadas montadas na ladeira próxima ao Rio Jacuípe. Por duas vezes no mesmo dia. Na primeira, os assaltantes bloquearam a estrada com um caminhão roubado. Quando os motoristas se aproximavam e reduziam a velocidade, eram assaltados.

No mesmo dia, outra barricada foi montada com galhos e objetos cortantes, obrigando mais uma vez os condutores a parar os veículos, que eram assaltados em seguida.

DEPUTADO ESTADUAL: Promessa de renovação, Henrique Maroja lidera enquete em Santa Rita com 40% dos votos

Pré-candidato a deputado estadual, o jovem empresário Henrique Maroja confirmou o favoritismo em Santa Rita e lidera a enquete realizada pelo Polítika nos dias 12 e 13 de agosto. Henrique obteve 40,4%, o que representa 430 votos. Em segundo lugar ficou Edjane Panta, com 16,7% (171 votos), seguido do Professor Valdir com 15.8% (169 votos) e Adones Junior com 15.4% (160 votos).

O deputado estadual Zé Paulo ficou em quinto lugar e mais uma vez confirmou a sua grande rejeição em Santa Rita, obtendo apenas 5.2%, representando 56 votos. Em outra enquete realizada aqui, 80% da população de Santa Rita acha que Zé Paulo não merece ser reeleito deputado estadual.

Como profissional de marketing político, ressalto que a enquete divulgada não tem valor científico, já que não é possível controlar as variáveis de sexo, idade e localidade; como nas pesquisas quantitativas. Porém, a amostra de 1.064 votos é bastante representativa, uma vez que uma pesquisa tradicional coleta no máximo 450 entrevistas numa cidade do tamanho de Santa Rita.

Entretanto, a enquete serviu para revelar duas coisas: quem tem mais militância nas redes sociais e capacidade de mobilização.

Algumas pessoas conseguiram votar mais de uma vez por IP. Talvez pela lentidão da internet ou tentativa de fraude ao alterar o IP para burlar a enquete. Contudo, tais votos ( 31.4%) foram rejeitados automaticamente pelo próprio site, conforme imagens a seguir: