Ruy continua sendo um dos poucos políticos que jamais se aliou a Ricardo Coutinho e seus derivados

A aliança entre Cícero Lucena e o governador João Azevedo reduziu o seleto grupo de políticos que jamais se aliou a Ricardo Coutinho e seus derivados. Raniery Paulino também fazia parte deste grupo, mas recentemente – por sobrevivência política local –  se aliou ao partido do governador.

Das principais lideranças políticas do estado, talvez o deputado Ruy Carneiro seja o único que jamais tenha se aliado a Ricardo Coutinho e suas crias. Mesmo em 2010, quando o PSDB em peso se aliou a RC, Ruy optou pela neutralidade na eleição.

EDILMA & ORCRIM GIRASSOL: Cartaxo admite conversar com Ricardo Coutinho, preso na Operação Calvário e acusado de desviar R$ 130 milhões da Saúde

O que faz um prefeito como Luciano Cartaxo admitir que pode se aliar ao Sérgio Cabral da Paraíba? Seria o isolamento da sua candidata, Edilma Freire, ou a falta de tempo de TV? Preso na Operação Calvário e acusado de chefiar uma organização criminosa que desviou mais de R$ 130 milhões da Saúde, Ricardo Coutinho virou um zumbi na política e tem sido escanteado por todos, menos por Cartaxo.

“Me foi perguntado se teria dificuldade de fazer o diálogo, e disse que sempre fui aberto ao diálogo, as divergências são naturais na vida publica, e você precisa ter capacidade de diálogo”, disse o prefeito.

Talvez o isolamento político justifique tamanho desespero. E se a aliança for confirmada, Edilma vai ganhar mais um rótulo além de ‘cunhada’, vai virar a ‘candidata da ORCRIM Girassol’. Segundo as palavras de Luciano Cartaxo, a aliança com o PSB só não sai se Ricardo não quiser, porque vontade o prefeito tem.

Qualquer político em sã consciência teria rechaçado a hipótese de aliança com o Sérgio Cabral da Paraíba. Se não o fez, é porque realmente existe a disposição por parte do prefeito. E já é a segunda declaração de Luciano Cartaxo nesse sentido.

A aliança dos desesperados seria uma pá de cal na já combalida candidatura de Edilma. E um prato cheio para a oposição.

Parece que a pandemia mexeu com o juízo do prefeito, porque é um erro atrás do outro…

Durante entrevista, Nilvan Ferreira apresenta proposta para criação de Hospitais da Criança e do Idoso em JP

pré-candidato à prefeitura de João Pessoa, Nilvan Ferreira (MDB), concedeu entrevista ao Programa Café com Notícia da TV Master, nesta segunda-feira (24), onde apresentou a proposta da criação de um Hospital da Criança e do Idoso, na Capital.

Ele explicou que serão metas de seu programa de gestão cuidar da criança e do idoso. Ele citou que para que esse atendimento funcione de forma eficaz, é necessário que a atenção básica volte a acontecer adequadamente, além do funcionamento do Programa de Saúde da Família (PSF). Nilvan adiantou ainda que pretende usar a tecnologia para agilizar esses atendimentos, através de um aplicativo que monitore e informe à Secretaria de Saúde as necessidades dos pacientes.

“Muitas das mortes que verificamos nessa pandemia foram causadas por doenças cardiovasculares e isso poderia ter sido evitado. Com um simples acompanhamento na casa dessas pessoas através dos agentes de saúde para saber se o idoso, por exemplo, estava tomando a medicação de forma correta, se tinha problemas de hipertensão, diabetes, entre outros. Com o agente de saúde fazendo esse mapeamento, aliado ao uso do aplicativo que o próprio paciente vai atualizando essas informações, conseguimos melhorar desde a atenção básica até o atendimento na média e alta complexidade, chegando ao atendimento no Hospital do Idoso que será destinado a essas pessoas” explicou.

O pré-candidato também falou da situação precária do Complexo Hospitalar Governador Tarcísio Burity, Trauminha, em Mangabeira. NILVAN relatou os diversos problemas de infraestrutura da unidade de saúde, como infiltração e entupimentos. “É inadmissível essa situação do Trauminha, um caso de saúde pública. Recebi recentemente a informação que os banheiros estavam entupidos e a água estava escorrendo para as enfermarias. Isso é um desrespeito à vida das pessoas e essa será outra prioridade de nossa gestão”, garantiu.

A cada 40 segundos, mil tuítes surgem questionando: “Presidente, por que sua esposa, Michelle, recebeu R$ 89 mil do Queiroz?”

O social media Fábio Malini fez nesta segunda-feira (24) uma série de postagens apontando que Jair Bolsonaro já recebeu 1.035.521 de mensagens nas redes sociais com internautas questionando:  “Presidentepor que sua esposa, Michelle, recebeu R$ 89 mil do Queiroz?”.

O especialista também afirma que, a cada 40 segundos, mil tuítes surgem com a pergunta.

Ruy critica aliança de Cícero com o Cidadania: “Tomou o caminho da perdição”

Envolvido com o escândalo da Operação Calvário, que resultou, segundo a Polícia Federal, no desvio de mais de R$134 milhões da saúde na Paraíba, o governador João Azevedo pode levar Cícero Lucena a se víncular ao maior escâdalo de corrupção da história do Estado. A avaliação é do deputado federal Ruy Carneiro, ao comentar a aliança eleitoral firmada entre os dois.

“Foi este grupo que agora apoia Cícero que, conforme as investigações, montou um esquema de financiamento de eleições com dinheiro desviado da saúde, para reeleger Ricardo e eleger João Azevedo”, diz Ruy. “Este é o mesmo time que, no passado, acusou e denunciou Cícero na Operação Confraria, levando-o a receber ordem de prisão e às páginas policiais”, lembra.

“Cícero tomou o caminho da perdição e precisa ter cuidado para não estar novamente sendo envolvido com acusações de corrupção”, alerta Ruy Carneiro. “Constumo dizer que não tenho inimigos na política, mas eu tenho vergonha na cara. Não vendo a alma ao diabo para ser prefeito de João Pessoa”, dispara.

AO VIVO: governador João Azevedo anuncia apoio do Cidadania ao pré-candidato Cícero Lucena

O governador João Azevêdo anuncia agora o apoio do Cidadania à pré-candidatura do ex-senador Cícero Lucena (Progressistas) a prefeito de João Pessoa. Cícero Lucena estará ao lado do governador na coletiva. Já o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) e a senadora Daniella Ribeiro (Progressistas) também participarão, virtualmente do evento, direto de Brasília.