CNBB diz que “Brasil não vai bem” e critica “tentativas de ruptura”

A direção da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou carta à sociedade brasileira nesta sexta-feira (29/4) com duras críticas a “tentativas de ruptura da ordem institucional, hoje propagadas abertamente, [que] buscam colocar em xeque a lisura do processo eleitoral”.

Para os bispos, “o Brasil não vai bem” e “o quadro atual é gravíssimo”. Os religiosos tratam, no texto, das consequências da pandemia de Covid-19 para o país e se solidarizam com as mais de 600 mil vítimas que pereceram. “A grave crise sanitária encontrou o nosso país envolto numa complexa e sistêmica crise ética, econômica, social e política, que já nos desafiava bem antes da pandemia, escancarando a desigualdade estrutural enraizada na sociedade brasileira”, diz a carta (veja a íntegra abaixo).

Na parte da carta que denuncia as tentativas de ruptura institucional, os bispos escrevem: “Tumultuar o processo político, fomentar o caos e estimular ações autoritárias não são, em definitivo, projeto de interesse do povo brasileiro. Reiteramos nosso apoio às Instituições da República, particularmente aos servidores públicos, que se dedicam em (sic) garantir a transparência e a integridade das eleições”.

Os bispos citam ainda o que consideram ameaças que merecem atenção hoje: “A primeira é a manipulação religiosa, protagonizada tanto por alguns políticos como por alguns religiosos, que coloca em prática um projeto de poder sem afinidade com os valores do Evangelho de Jesus Cristo”; e “a segunda é a disseminação das fake news, que através da mentira e do ódio, falseia a realidade. Carregando em si o perigoso potencial de manipular consciências, elas modificam a vontade popular, afrontam a democracia e viabilizam, fraudulentamente, projetos orquestrados de poder”.

A eleição de 2022 também é tema da carta assinada por dom Walmor Oliveira de Azevedo, presidente da CNBB, dom Joel Portella Amado, secretário-geral da entidade, e pelos vice-presidentes dom Jaime Spengler e Mário Antônio da Silva.

“Iremos este ano às urnas. O cenário é de incertezas e radicalismos, mas potencialmente carregado de esperança”, diz o texto. “Nossas escolhas para o Executivo e o Legislativo determinarão o projeto de nação que desejamos. Urge o exercício da cidadania, com consciente participação política, capaz de promover a ‘boa política’, como nos diz o papa Francisco”.

Irmão Cézar solicita construção de escola no complexo habitacional Aluizio Campos, em Campina Grande

O deputado estadual, Irmão Cézar (Solidariedade) apresentou requerimento ao governador João Azevêdo (PSB), solicitando a construção de escola no complexo habitacional Aluizio Campos, em Campina Grande.

O parlamentar disse que a solicitação atende a uma reivindicação da comunidade que mora no complexo habitacional, considerado um dos maiores núcleos habitacionais de todo o Nordeste, com 4,1 mil unidades.

Ele ressaltou que o equipamento já nasceu com população superior a 180 municípios paraibanos. “A grandiosidade dos números, por si só, já justificaria a construção de uma unidade de ensino estadual no complexo, mas além dos números, sabemos de todos os benefícios que uma escola com o nível de qualidade das nossas escolas estaduais, representa um investimento no futuro de milhares de moradores do Aluízio Campos”, afirmou.

Ex-reitor da UEPB confirma que Ricardo Coutinho pediu para fechar o campus de Araruna em retaliação a adversário

Os relatos da perseguição do ex-governador Ricardo Coutinho contra adversários são infindáveis e chocantes. Em entrevista à rádio Arapuan FM, nesta quinta, 28, o pré-candidato ao Senado e ex-reitor da UEPB, Rangel Júnior (PCdoB), confirmou que RC pediu para fechar o campus da UEPB em Araruna, simplemente porque ele foi criado na gestão do ex-governador José Maranhão, em 2010.

Mas a maldade maior se deu ao longo dos 8 anos de governo. Em sua gestão, Ricardo Coutinho não respeitou a autonomia da UEPB e cortou quase meio bilhão de reais, fazendo a instituição sobreviver a pão e água.

 

 

Seguindo os passos da família Feliciano, único vereador do PDT de João Pessoa defende que Ciro desista da candidatura

Como diria o econimista Gil do Vigor, Ciro está lascado. O PDT na Paraíba virou um ninho de lulista, e até o único vereador do partido em João Pessoa, Junior Leandro, defende que Ciro desista da candidatura.

O inexpressivo vereador de um mandato só, nada produz, mas sabe muito bem atrapalhar quem realmente tem vontade de trabalhar para mudar o Brasil.

Mas nada é por acaso. O vereador já está de malas prontas para o PT, pois sabe que no PDT não garante a reeleição em 2024.

E cada um por si, igual Damião Feliciano.

Lamentável.

O GOLPE TA AÍ… Veneziano já tem acordo para votar em Pedro Cunha Lima no 2° turno

Considerado um ‘golpista’ por grande parte do PT, menos por Jackson Macedo, o office-boy de Ricardo Coutinho, Veneziano se comporta como a galinha que cisca para a esquerda, mas bota ovo para a direita, e já prepara um novo golpe.

Uma fonte tucana confirmou ao Polítika que já existe um compromisso de Veneziano para votar em Pedro Cunha Lima no 2° turno. Além de assumir que não passa do 1° turno, Veneziano ainda contraria o campo progressista liderado por Lula.

Mas não é só Veneziano que torce por Pedro. Semanas atrás escrevi aqui sobre o entusiasmo de Jackson Macedo pelo tucano:

LULA LÁ E PEDRO CÁ: Se depender do entusiasmo do petista Jackson Macedo, Pedro Cunha Lima será o novo governador da Paraíba

 

Em nota, movimentos de apoio a Ciro na Paraíba apoiam intervenção no PDT e se comprometem com a reconstrução do partido

A vergonhosa situação do PDT na Paraíba, que por anos foi usado apenas como um instrumento de poder nas mãos da familia Feliciano, teve um desfecho na semana passada, com a intervenção da executiva nacional. Em nota divulgada nesta quarta, 27, movimento de apoiam a Ciro referendaram a intervenção e prometem unidade na reconstrução da lehenda. Confira a nota:

Os movimentos Agora é Ciro Paraíba, Todos com Ciro Paraíba e a Juventude Socialista vêm, a público, por intermédio de seu Núcleo de Planejamento, após ouvir os militantes e filiados do Partido Democrático Trabalhista, externar sua posição oficial acerca da recente decisão deliberada pela direção nacional, na data de 20 de abril de 2022, referente a intervenção no Diretório Estadual da Paraíba.

Nos últimos quatro anos estamos realizando um trabalho incessante para levar à população paraibana o Projeto Nacional de Desenvolvimento que o nosso pré-candidato à presidência da República, Ciro Gomes, tem construído para o nosso país.

Apesar de conhecer todas as dificuldades que seriam enfrentadas nessa missão, haja vista a natural resistência do sistema imperante, em romper com um modelo ultrapassado e ineficiente, para implementar um novo tipo de gestão que atenda minimamente o clamor da militância e da própria sociedade paraibana; porém, o que causou maior decepção e revolta, foi o fato de sequer poder contar com o efetivo e indispensável apoio da direção regional do partido na construção desse novo tempo, não obstante, frise-se, ter-se buscado o diálogo com a Diretoria do partido por diversas vezes, sempre almejando a construção desse projeto nacional.

Contudo, um importante ponto, não pode ser deixado de frisar; a constante busca pelo diálogo com a Diretoria do partido, sempre almejando a construção desse projeto nacional, que lamentavelmente, dada a antiga gestão, aqui na Paraíba, em atender precipuamente os interesses individuais do grupo familiar que comandava o diretório estadual, em detrimento de um projeto coletivo, não se conseguiu avançar nessas discussões para construção de um objetivo comum a toda militância, em linha com os princípios do partido e as diretrizes traçadas pela executiva Nacional.

É neste cenário, que concebemos a intervenção realizada pela direção nacional do PDT, no diretório regional da Paraíba, como algo positivo e alvissareiro para o conjunto não só da militância pedetista e, como de todos aqueles de outros espectros partidários que acreditam no projeto e, por consequência, a própria população paraibana, posto que, assim se crê, o Diretório Provisório da agremiação partidária irá buscar implementar uma gestão mais democrática e participativa, possibilitando um efetivo e verdadeiro acesso da militância, por suas entidades/movimentos populares e respectivos representantes, aos atos de gestão do partido e as diretrizes estabelecidas pela nacional, sobretudo com a finalidade de dar efetividade ao objetivo maior do partido, que vem a ser eleger nosso candidato a presidente e auxiliá-lo na implantação do nosso PND (Projeto Nacional de Desenvolvimento), conjunto de propostas essas que irá, enfim, colocar nosso país no caminho do desenvolvimento sustentável e socialmente justo.

É com esse ânimo renovado ante o promissor lampejo de democracia que surge no diretório regional do PDT da Paraíba, que os movimentos populares, infra signatários, se apresentam para somar esforços na construção de um novo tempo no PDT Estadual, tempo esse que não se permitirá mais, com máxima certeza, que membros do partido, inclusive com mandatos, se postem, de forma vergonhosa e desprezível, na defesa de candidatos a presidente de outros partidos.

Com esse sentimento de esperança, que surge a partir da “rebeldia da esperança”, de renovação e oxigenação do partido, é que nos comprometemos, desde já, a envidar todos os esforços necessários na realização dessa tarefa.

Um PDT para os Pedetistas e Ciristas!
Sobretudo em prol do nosso país e de nossa Paraíba!

Movimento Agora é Ciro Paraíba

Movimento Todos Com Ciro Paraíba

Juventude Socialista Paraíba

Ruy Carneiro recebe lideranças políticas da Paraíba durante 23ª da Marcha em Defesa dos Municípios em Brasília

O desenvolvimento e as ações voltadas para as cidades paraibanas estiveram entre os destaques da pauta do deputado federal Ruy Carneiro (PSC) nessa terça-feira (26), em Brasília. O parlamentar recebeu em seu gabinete prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e secretários municipais, que estiveram na capital federal para a 23ª Marcha em Defesa dos Municípios.

“Aproveitamos essa oportunidade para receber os amigos e reforçar o compromisso com todos aqueles que vêm nos ajudando a construir uma Paraíba melhor. São representantes de muitas cidades que estão aqui em busca de melhorias efetivas para as suas regiões. Eles sabem que sempre podem contar com o meu apoio”, declarou Ruy.

O deputado federal se reuniu com Cilinha Dias, prefeita de Riachão do Poço; Matheus Bezerra, prefeito de Bananeiras; Tarcísio Saulo, prefeito de Gurinhém; Nen, prefeito de Arara; Bá Barros, vice-prefeito de Pedras de Fogo; Ailton Filho, secretário de governo de Pedras de Fogo; Tiago Lisboa, prefeito de Capim; Manoel Veloso e José Gomes, vereadores de Capim; Linzinho, prefeito de Natuba; Noel Gomes e Maria Cecília, vereadores de Natuba; Antônio de Eloi, prefeito de Sertãozinho; Roni Vieira, vereador de Sertãozinho; Josilda Macena, prefeita de Araçagi; Kalyne Macena, chefe de gabinete da prefeitura de Araçagi e a deputada estadual Camila Toscano (PSDB).

A programação da Marcha segue até esta quinta-feira (28) e conta com a realização de palestras, debates, painéis técnicos e visita ao STF. De acordo com a organização do evento, a estimativa de público é de cerca de oito mil pessoas.

Leo Micena assume articulação política na prefeitura de Bayeux

O Diário Oficial do Município de Bayeux trouxe nesta quarta-feira (27), a nomeação de Leo Micena para a Secretaria de Governo e Articulação Política do município, no cargo de coordenador-geral da referida secretaria.

De acordo com o novo secretário, a nova Pasta criada pela prefeita Luciene Gomes e aprovada pela Câmara de Vereadores terá como sua atribuição maior a Coordenação Geral do Governo e de suas atividades políticas institucionais, bem como aquelas necessárias ao pleno desenvolvimento de suas atividades operacionais.

Em suma, Leo irá gerenciar programas e projetos prioritários e estratégicos do governo e relacionar-se com órgãos, instituições públicas e privadas, além de outras competências.

Logo após a nomeação, Leo, que está em Brasília na Marcha de Prefeitos juntamente com a gestora municipal, agradeceu a confiança da prefeita Luciene.

“Agradeço mais uma vez a confiança sempre depositada em mim pela prefeita Luciene para assumir qualquer missão delegada por ela em prol do desenvolvimento de nossa cidade. Vamos em frente” comemorou.

Ricardo Coutinho a um passo da condenação

A decisão do TRE, confirmando o que todo mundo já sabia – que a organização criminosa comandada pelo ex-governador Ricardo Coutinho não tinha conexão com crimes eleitorais – é um passo importante para que o malandro seja condenado e preso.

O desembargador Ricardo Vital jamais duvidou da competência da justiça comum, apenas foi precavido para evitar as habituais chicanas em processos que envolvem políticos.

Agora o ex-governador está a um passo da condenação, que ainda pode ocorrer este ano.

Anotem aí. Ricardo Coutinho passará um bom tempo atrás das grades…