Pré-candidato a prefeito de JP, Wallber Virgolino anuncia coordenador de campanha

Em contato com o blog, o deputado estadual Wallber Virgolino, pré-candidato a prefeito de João Pessoa, anunciou que o coordenador da campanha será o também deputado Cabo Gilberto.

De acordo com Virgolino, reuniões com segmentos da sociedade serão realizadas para a construção do plano de governo. O parlamentar está confiante e disse ter pesquisas que o colocam entre os favoritos para a disputa municipal.

VÍDEO: Relator do projeto que proíbe a inclusão de nomes em cadastro de devedores durante a pandemia, Julian explica as regras

Em entrevista ao programa Palavra Aberta, da TV Câmara, o deputado federal Julian Lemos explicou as regras do projeto de lei aprovado de sua relatoria que proíbe a negativação de nome em cadastro de devedores durante a pandemia e 60 dias após o final do decreto de calamidade.

O PL já foi aprovado e aguarda a sanção do presidente Jair Bolsonaro. Julian destaca a importância da medida e afirma que empresários o procuraram relatando as dificuldades em pegar contas durante a pandemia:

Imagine você ter que segurar todo o orçamento da sua casa durante um blecaute econômico?

AUXÍLIO EMERGENCIAL: Portal da Transparência libera consulta para saber quem foi beneficiado; confira o link

O Portal da Transparência do Governo Federal liberou a consulta para que a sociedade consulte a lista de beneficiados e ajude na fiscalização.

Basta clicar aqui. O link pode demorar a abrir devido ao congestionamento nos servidores.

VÍDEO: Preso na Operação Calvário, Ricardo Coutinho diz que delator da Cruz Vermelha era um espião do MP

Liderado por Efraim Filho, DEM vai disputar 5 prefeituras na Grande João Pessoa

Liderado pelo deputado federal Efraim Filho, o Democratas vai disputar as prefeituras de no mínimo 5 cidades da Grande João Pessoa. Dentre elas, a própria Capital, Bayeux, Lucena e Cabedelo.

Em João Pessoa, o partido aposta na juventude e renovação de Raoni Mendes. Em Bayeux, o nome do partido é Capitão Antonio. Em Santa Rita, a vereadora Vanda de Olavo vai disputar o Executivo. Victor Hugo buscará a reeleição em Cabedelo. E Alex Monteiro vai tentar suceder o tio em Lucena.

Efraim Filho sempre possuiu uma base mais sólida no interior do estado, mas nos últimos anos tem buscado novos redutos na Grande João Pessoa. Talvez projetando voos maiores em 2022.

O deputado entrou na política ainda moleque e na sombra do pai, então senador, mas logo se desgarrou e superou Efraim Morais da política.

Pedro Cunha Lima segue no mesmo erro do pai

Preso na Operação Calvário, Ricardo Coutinho está com os dias contados na fundação João Mangabeira

O blog foi informado que o ex-governador Ricardo Coutinho fez um acordo com a direção nacional do PSB para deixar o mandato da Fundação João Mangabeira em dezembro, antes do seu termino de 3 anos. Assim, RC não vai passar pelo constrangimento de ser expulso da Presidência.

O PSB é o único partido do Brasil a ter um presidente de Fundação que foi preso por corrupção e utiliza tornozeleira eletrônica como medida cautelar. Um péssimo exemplo em tempos de combate à corrupção. Os adversários do PSB lembrarão disto nas disputas eleitorais das grandes cidades:

Pedro Cunha Lima segue no mesmo erro do pai

 

Inaldo Andrade assume a Presidência da Câmara de Bayeux e determina o retorno das sessões; população poderá acompanhar pelo Youtube

Logo após assumir a Presidência da Câmara Municipal de Bayeux, o vereador Inaldo Andrade (Republicanos) decidiu retomar as atividades parlamentares, comunicando aos demais vereadores o retorno das sessões que estavam suspensas devido à pandemia do Coronavirus.

Na ocasião, informou ainda que as recomendações do Ministério da Saúde serão mantidas. Objetivando a segurança de todos os parlamentares e colaboradores, as reuniões ordinárias e extraordinárias serão realizadas de forma remota e a população terá acesso através dos canais (redes sociais) oficiais da instituição.

“Não é hora de pararmos! A cidade está passando por um momento difícil devido à pandemia. Como representantes do povo, temos que trabalhar firmes, debatendo ações de interesse da cidade para reduzir os efeitos da crise sanitária e econômica. Não podemos ser isentos dessa responsabilidade. Por isso tomei a decisão de comunicar aos vereadores o retorno das atividades. A Câmara sempre estará de portas abertas para atender os interesses da população”, disse o novo presidente da Casa, Inaldo Andrade.

Cenário eleitoral de Bayeux é resetado pelo TJ

Pedro Cunha Lima segue no mesmo erro do pai

Cássio foi um bom senador da República. Representou a Paraíba como poucos e logo ocupou o cenário político nacional com habilidade. Mas se perdeu no golpe patrocinado por Aécio Neves e afundou de vez quando associou sua imagem a Temer.

Cássio merecia a reeleição, mas carregava o fardo de uma imagem associada ao presidente mais rejeitado da história. Era como correr uma maratona com uma mochila de 20kg nas costas. E ainda tinha que lutar contra o jogo pesado da ORCRIM de Ricardo Coutinho e suas ‘caixas de vinho’.

Pedro Cunha Lima está indo no mesmo caminho. Calou-se diante das dezenas de barbaridades do governo Bolsonaro. O motivo? Um cargo para o cunhado na Sudene.

Se Pedro fosse um deputado do Sul, tudo bem. Mas ele é do Nordeste, Paraíba, terreno infértil para o bolsonarismo.

Será que os Cunha Lima desaprenderam a fazer política? Em 2022 chega a fatura. E até lá Pedro Cunha Lima vai engolindo tudo calado, fingindo que o governo Bolsonaro presta.

O deputado deve gostar muito do cunhado.

CASO DOS FANTASMAS: Desembargador chegou a considerar a necessidade de mais uma prisão cautelar para Berg Lima

Durante a sessão do Tribunal de Justiça nesta quarta, 20, que por 12 x 1 afastou Berg Lima da prefeitura de Bayeux, um dos desembargadores chegou a questionar o relator Joás de Brito Pereira sobre a necessidade de prisão cautelar.

Joás esclareceu que a prisão poderia sim ser decretada pelo Tribunal, mas que no caso em questão não acreditava ser necessário. Berg escapou fedendo.

População de Bayeux se livra do constrangimento de ter um ex-presidiário corrupto como prefeito

Romero determina convocação de mais 457 aprovados em Processo Seletivo da Saúde

O prefeito Romero Rodrigues determinou, na tarde desta segunda-feira, 18, a convocação imediata de mais 457 candidatos aprovados no Processo Seletivo da Secretaria de Saúde de Campina Grande. Os profissionais vão atuar na rede municipal de urgência e emergência no enfrentamento à Covid-19 na cidade. A relação dos novos convocados está disponível no portal da Prefeitura e no site coronaviruscg.com.br.
Esta é a segunda convocação feita pela Prefeitura para contratação imediata dos candidatos do Processo Seletivo. Na primeira chamada, foram convocados 161 candidatos, mas apenas 41 atenderam aos critérios exigidos pela Secretaria de Saúde, como não estar nos grupos de risco para a Covid-19, por exemplo, e já estão trabalhando nos serviços de saúde.
Nesta nova chamada estão sendo convocados 101 enfermeiros, 180 técnicos de enfermagem, 41 auxiliares de serviços gerais, 5 assistentes sociais, 14 condutores socorristas, 33 farmacêuticos, 48 fisioterapeutas, 20 maqueiros e 15 recepcionistas. Os candidatos devem entregar a documentação exigida no edital e fazer o exame admissional nesta quarta e quinta-feira, dias 20 e 21, no Centro Especializado em Reabilitação e Assistência à Saúde do Trabalhador (CERAST).
O CERAST está localizado na avenida Dinamérica Alves Correia, 102-214, bairro de Santa Rosa.

ALIADOS DE CUNHA E TEMER: Bolsonaro nomeia Carlos Marun e José Carlos Aleluia para o conselho de Itaipu

O presidente Jair Bolsonaro nomeou o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, para o conselho de Itaipu Binacional, hidrelétrica que fica na fronteira com Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, e Cidade del Leste, no Paraguai Itaipu. Também foram reconduzidos aos cargos de conselheiros, entre outros, Carlos Marun, ex-ministro de Michel Temer, e o ex-deputado e delatado da Odebrecht José Carlos Aleluia (DEM-BA).

O ministro de Minas e Energia Almirante Bento Albuquerque — Foto: Aleam

As nomeações foram publicadas em edição extra desta sexta-feira (15) do “Diário Oficial da União” e assinadas por Bolsonaro e o próprio ministro de Minas e Energia.

As nomeações valem até maio de 2024.

As nomeações podem estar ligadas aos partidos do chamado Centrão, um bloco informal na Câmara dos Deputados que reúne parlamentares de legendas de centro e centro-direita. Nas últimas semanas, Bolsonaro tem articulado uma aproximação com o grupo.

O Centrão é menos conhecido por suas bandeiras e mais pela característica de se aliar a governos diferentes, independentemente da ideologia. Os votos desse bloco podem corresponder até à metade dos 513 parlamentares e serem decisivos na aprovação ou rejeição de uma matéria.

Assim como em outras gestões, as negociações de Bolsonaro com o Centrão envolvem a distribuição de cargos aos partidos, que terão o direito de indicar aliados para as vagas.

Carlos Marun

Carlos Marun foi ministro-chefe da Secretaria de Governo do ex-presidente Michel Temer. Ele foi indicado ao cargo de conselheiro em Itaupu por Temer, mas afastado em março de 2019.

À época, Marun teve a nomeação questionada por uma ação popular e pelo Ministério Público Federal junto à 6ª Vara Federal de Curitiba. Em primeira instância, o pedido foi negado. Na apelação à segunda instância, o relator do processo, desembargador federal Rogério Favreto, suspendeu o ato de nomeação em liminar. No julgamento de mérito pela 3ª Turma do TRF-4, a decisão foi revertida.

Marun foi o deputado que dançou após a Câmara dos Deputados impedir o prosseguimento de denúncias contra Temer.

José Aleluia

O ex-deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA) — Foto: Michel Jesus / Câmara dos Deputados