Em qual Edilma acreditar? Na que crítica ou na que comemora a pesquisa Ibope?

Parece que na campanha de João Pessoa há duas Edilmas. Uma que comemora a pesquisa Ibope (quando convém) e outra que critica. Dias atrás a cunhada do prefeito comemorou um crescimento dentro da margem de erro com direito a muita propaganda. Hoje, Edilma lança nota criticando o instituto. Vai entender:

“A pesquisa Ibope não reflete o sentimento que as ruas de João Pessoa têm demonstrado nesta reta final da campanha, onde verificamos ascendência da nossa candidatura em todas as regiões da cidade.

Além disto, o Instituto errou por inúmeras vezes os dados divulgados sobre intenções de votos nas eleições passadas, fatos que reforçam nossa certeza que estamos no segundo turno.

Essa vontade do povo de João Pessoa será constatado neste domingo, após a apuração dos votos!

Estamos seguros que o eleitor vai escolher o melhor caminho e vai votar 43 neste domingo. Vamos ao segundo turno. E vamos à vitória!”

 

Favorito ao 2° turno, Nilvan Ferreira já é um vencedor

Sem o apoio de nenhuma máquina pública e praticamente com a menor coligação da eleição, Nilvan Ferreira já é um vencedor. Enfrentou estruturas gigantes e mesmo assim tem se mantido na vice-liderança de todas as pesquisas. É a candidatura que mais tem ‘cara de povo’, e justamente por isso sua base está fincada nas periferias abandonadas de João Pessoa. São pessoas que se veem representada em Nilvan, que também já foi da classe C.

Nilvan e Ruy disputam palmo a palmo quem vai ao 2° turno, mas independente de tudo, o neguinho já é um vencedor, e também um guerreiro. Vítima de panfletos apócrifos e fake news, outros candidatos teriam derretido feito picolé na praia, em seu lugar.

IBOPE: Ruy passa Edilma, salta de 11% pra 16% e pode ser a surpresa da eleição

Nas bolsas de apostas dos bastidores da política, Ruy nunca foi apontado como favorito. Mas com a melhor campanha de comunicação e o maior tempo de TV, Ruy surpreendeu e aos poucos foi subindo nas pesquisas.

De acordo com o Ibope, Ruy foi o que mais cresceu, saltando de 11% pra 16%. Pode ser a surpresa da eleição. E indo ao 2 turno, dará muito trabalho ao adversário.

Sobre a pesquisa

  • Margem de erro: 4 pontos percentuais para mais ou para menos
  • Quem foi ouvido: 602 eleitores da cidade de João Pessoa
  • Quando a pesquisa foi feita: 12 a 14 de novembro
  • Número de identificação na Justiça Eleitoral: Nº PB 09109/2020
  • O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.

 

IBOPE projeta 2º turno entre Cícero, Nilvan ou Ruy

Pesquisa Ibope divulgada pela TV Cabo Branco neste sábado (14) aponta os seguintes percentuais de intenção de votos válidos para a Prefeitura de João Pessoa nas Eleições 2020:

Cícero Lucena (PP): 27%
Nilvan Ferreira (MDB): 19%
Ruy Carneiro (PSDB): 16%
Edilma Freire (PV): 12%
Ricardo Coutinho (PSB): 10%
Wallber Virgolino (PATRIOTA): 9%
João Almeida (SOLIDARIEDADE): 3%
Raoni (DEM): 2%
Camilo Duarte (PCO): 1%
Rafael Freire (UP): 0%
Anísio Maia (PT), Rama Dantas (PSTU), Ítalo Guedes (PSOL) e Carlos Monteiro (REDE) não foram citados.

O percentual de votos válidos de cada candidato corresponde à proporção de votos do candidato sobre o total de votos, excluídos os votos brancos, nulos e indecisos. Um candidato é eleito no 1º turno se obtiver 50% mais um dos votos válidos na apuração oficial.

As perguntas cujas somas das porcentagens não totalizam 100% são decorrentes de arredondamentos ou de múltiplas respostas.

Evolução
Em relação aos votos válidos do levantamento anterior do Ibope, de 22 de outubro:

Cícero Lucena foi de 26% para 27%;
Nilvan Ferreira se manteve com 19%;
Ruy Carneiro foi de 11% para 16%;
Edilma Freire foi de 11% para 12%;
Ricardo Coutinho foi de 12% para 10%;
Wallber Virgolino foi de 12% para 9%;
João Almeida foi de 4% para 3%
Raoni se manteve com 2%;
Camilo Duarte não foi citado na segunda pesquisa e foi para 1%;
Rafael Freire não foi citado na segunda pesquisa e foi para 0%;
Anísio Maia tinha 2% e não foi citado nesta pesquisa;
Ítalo Guedes tinha 1% e não foi citado nesta pesquisa;
Rama Dantas tinha 0% e não foi citada nesta pesquisa;
Carlos Monteiro se manteve sem ser citado.

Votos totais
Cícero Lucena (PP): 22%
Nilvan Ferreira (MDB): 15%
Ruy Carneiro (PSDB): 13%
Edilma Freire (PV): 10%
Ricardo Coutinho (PSB): 8%
Wallber Virgolino (PATRIOTA): 7%
João Almeida (SOLIDARIEDADE): 3%
Raoni (DEM): 2%
Camilo Duarte (PCO): 0%
Rafael Freire (UP): 0%
Branco/Nulo: 12%
Não sabe/Não respondeu: 7%

Anísio Maia (PT), Rama Dantas (PSTU), Italo Guedes (PSOL) e Carlos Monteiro (REDE) não foram citados.

Em relação aos votos totais no levantamento anterior do Ibope, de 22 de outubro:

Cícero Lucena foi de 21% para 22%;
Nilvan Ferreira se manteve com 15%;
Ruy Carneiro foi de 9% para 13%;
Edilma Freire foi de 9% para 10%;
Ricardo Coutinho foi de 10% para 8%;
Wallber Virgolino foi de 10% para 7%;
João Almeida se manteve com 3%;
Raoni foi de 1% para 2%;
Camilo Duarte não foi citado na segunda pesquisa e foi para 0%;
Rafael Freire não foi citado na segunda pesquisa e foi para 0%;
Anísio Maia tinha 1% na segunda pesquisa e não foi citado nesta;
Rama Dantas tinha 0% na segunda pesquisa e não foi citada nesta;
Ítalo Guedes tinha 0% na segunda pesquisa e não foi citado nesta;
Carlos Monteiro se manteve sem ser citado;
Brancos e nulos foram de 13% para 12%;
Indecisos se mantiveram com 7%.

Rejeição
A pesquisa também perguntou em quem os eleitores não votariam de jeito nenhum. Os percentuais foram os seguintes:

Ricardo Coutinho (PSB): 50%
Cícero Lucena (PP): 31%
Ruy Carneiro (PSDB): 18%
Nilvan Ferreira (MDB): 16%
Anísio Maia (PT): 14%
Wallber Virgolino (PATRIOTA): 13%
Edilma Freire (PV): 10%
João Almeida (SOLIDARIEDADE): 9%
Raoni (DEM): 9%
Rama Dantas (PSTU): 8%
Rafael Freire (UP): 8%
Carlos Monteiro (REDE): 7%
Camilo Duarte (PCO): 7%
Ítalo Guedes (PSOL): 7%
Poderiam votar em todos: 2%
Não sabem ou preferem não opinar: 10%
Os entrevistados podiam apontar mais de uma resposta, por isso a soma dos fatores apontados é de mais de 100%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Cabo Branco.

Sobre a pesquisa

Margem de erro: 4 pontos percentuais para mais ou para menos
Quem foi ouvido: 602 eleitores da cidade de João Pessoa
Quando a pesquisa foi feita: 12 a 14 de novembro
Número de identificação na Justiça Eleitoral: Nº PB 09109/2020

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.

Aguinaldo destaca crescimento do Progressistas na Paraíba e reforça apoio aos candidatos da sigla nas eleições deste ano: “Vamos à vitória”

O deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) reforçou neste sábado o apoio que a sigla vem dando aos candidatos progressistas em toda a Paraíba e a expectativa de que o partido possa crescer e se fortalecer ainda mais após as eleições deste domingo (15).

Aguinaldo pontuou os motivos que fizeram o Progressistas chegar ao patamar que está no estado e a importância da população escolher os candidatos da sigla para continuarem cuidando da vida e do bem estar da população, assim como do crescimento e desenvolvimento de cada cidade paraibana.

“Domingo é um dia muito importante para o Brasil, para o nosso estado, para cada município da Paraíba. Nós vamos escolher os nosso representantes. O nosso partido tem crescido na Paraíba por ter tido uma posição de não discutir quem está certo e quem está errado, mas por trazer realizações para cada município da Paraíba por isso que o nossos partido é o partido que faz, o partido do 11 é aquele que se preocupa em melhorar a vida das pessoas em melhorar a condição de Infraestrutura, de Saúde, Educação de cada município da Paraíba e nesse instante tão importante para a vida de cada um de nós vamos escolher no domingo e vamos votar no 11, naqueles candidatos que tem compromisso de fato com a vida de cada um dos munícipes paraibanos. Vamos em frente, vamos no 11,vamos à vitória se Deus quiser” declarou.

Neste domingo, 15, o deputado federal Aguinaldo Ribeiro vota às 10h55, acompanhado da irmã e senadora Daniella Ribeiro (Progressistas) e do sobrinho e candidato a vice-prefeito na Rainha da Borborema, Lucas Ribeiro (Progressistas), na Faculdade de Direito, localizada na rua Coronel Salvino de Figueiredo, SN, Centro, Campina Grande, zona 016, seção 0008.

Confira o vídeo:

TRE-PB libera registro de candidatura da médica Annelise Meneguesso como vice de Artur Bolinha, em Campina

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) liberou, na tarde deste sábado (14), o registro de candidatura da médica Annelise Meneguesso (PSL) para o cargo de vice-prefeita, na chapa encabeçada pelo empresário Artur Bolinha (PSL). A Corte acolheu os embargos de declaração propostos pela assessoria jurídica da Coligação “Povo Forte, Cidade Livre”.

O TRE-PB reverteu decisão da própria Corte, nesta sexta-feira (13), favorável à impugnação do registro da médica, e entendeu que Annelise Meneguesso conseguiu se desincompatibilizar do serviço público no prazo correto, portanto, quatro meses antes do pleito eleitoral.

A vitória foi bastante comemorada pela médica, que frisou a confiança que sempre existiu na Justiça e na lisura de seus atos. “Sempre confiei em Deus, nos meus atos e na justiça. Trabalhar com a verdade é a nossa diferença”, pontuou.

A assessoria jurídica comemorou a decisão do Tribunal Regional Eleitoral. “Dra. Annelise é uma mulher honesta, íntegra e nós acreditamos desde o começo em sua transparência”, pontuou o advogado Wallison Azevedo.

VIOLÊNCIA EM PEDRAS DE FOGO: Vídeo mostra partidários de Lucas Romão tocando o terror na cidade, e Manoel Jr manda áudio para Ronaldo Guerra – “Se vocês não tomarem providências, vai morrer gente”

Pedras de Fogo virou literalmente uma terra sem lei. No vídeo a seguir, partidários de Lucas Romão (Cidadania) estão interceptando carros dos eleitores de Manoel Jr para arrancar adesivos e murchar os pneus. “Estão aterrorizando o nosso povo, agredindo fisicamente as pessoas com marginais e ex-detentos. Estou indo pra lá e a minha vida está sob proteção do Estado. Acontecendo alguma coisa comigo, a responsabilidade é do governador João Azevedo“, disse Manoel Junior em áudios enviados para Coronel Euler e Ronaldo Guerra.

 

Manoel Jr também acusou Valdinho Romão, tio de Lucas Romão, de ser um dos mentores. “Valdinho que é marginal, e a família, que são todos corruptos, estão com medos de ir pra cadeia”.

Confira os áudios:

FICHA SUJA: Preso na Operação Calvário, Ricardo Coutinho só poderá ser candidato em 2024

No mínimo, a Paraíba está livre de Ricardo Coutinho até 2024. Porque até lá ele deverá ser condenado na Operação Calvário e ganhará mais 8 anos de inelegibilidade. Condenado no TSE, a inelegibilidade de RC conta do dia da eleição de 2014, que foi em 5 de outubro. E como a eleição de 2022 será no dia 2 de outubro, o ex-presidiário ainda estará impedido de disputar a próxima eleição.

O povo da Paraíba agradece.

Em Itaporanga, aliados de Divaldo Dantas atacam carros de Berguim e Luywka

O ex-prefeito de Itaporanga, Audiberg Alves (Berguim), denunciou, na noite dessa sexta-feira (13), durante live da candidata a prefeita Naura de Berguinho, que seu veículo está sendo seguido por empresários aliados do prefeito Divaldo Dantas, durante as atividades de campanha do seu grupo nas zonas urbana e rural da cidade.

Na tarde de ontem, o carro no qual estava Berguim e o coordenador da campanha de Naura, Thalmo Barros, foi cercado por outros dois veículos conduzidos pelos empresários Toinho da Loja (ex-vereador da cidade) e Talissuel Diniz (Irmão do deputado Taciano Diniz).

Berguim disse que caso os aliados de Divaldo Dantas não parem de lhe perseguir irá acionar a polícia. “Esses atos covardes não me intimidam, nem a mim, nem ao povo de bem de nossa terra. Mas, caso continuem com essa postura lastimável irei registra um Boletim de Ocorrência na delegacia para que a polícia apure o caso”, afirmou.

Novos ataques

Apesar da denúncia do ex-prefeito, o empresário Talissuel Diniz, juntamente com o diretor do SINE, Pedro Henrique, continua com as intimidações e no final da tarde deste sábado (14) perseguiu por várias ruas da cidade o carro da candidata a vice-prefeita, a médica Luywka Tolentino.

Acuada, a médica parou o carro no conjunto Chagas Soares e ligou para seu irmão Junior, que ao lado do vereador João Guimarães, foi até local para defendê-las das agressões.