Justiça manda Gaeco investigar doação de terreno no governo de Ricardo Coutinho para empresário ligado a Sérgio Cabral

A juíza Flávia da Costa Lins Cavalcante (1ª Vara da Fazenda Pública), determinou que o Gaeco e Ministério Público da Paraíba investiguem uma doação de terreno feita no governo Ricardo Coutinho,  por possível prática de crime de responsabilidade em doação de terreno para empresário do Rio de Janeiro ligado ao ex-governador Sergio Cabral.

A investigação, trata-se de ação anulatória de ato administrativo -desapropriação – de imóvel pertencente à empresa Itapoa onde empregava cerca de 300 funcionários diretos. Diz na decisão que o então Governador Ricardo Coutinho decretou de utilidade pública para fins de desapropriação a referida área para instalação de um projeto de energia Solar com a empresa Sollair, de propriedade do irmão de Sérgio Cortes então Secretário de Saúde de Sérgio Cabral, preso na operação lava jato.

Após 07 anos da desapropriação, nada foi instalado no mencionado imóvel que se encontra atualmente totalmente abandonado

A juíza determinou em audiência ocorrida no dia 27/11 a devolução do imóvel aos proprietários e ainda a remessa dos autos ao Promotor do Patrimônio Público, Adrio Nobre Leite, para apuração dos fatos relacionados a sua pasta e determinou a remessa do processo, onde existem muitas provas, ao Gaeco para apuração e providências na parte criminal.

ClickPB

Julian Lemos visita Centro de Educação da Polícia Militar da Paraíba e se compromete a destinar emendas

Nas redes sociais, o deputado federal Julian Lemos ressaltou sua visita ao Centro de Educação da Polícia Militar da Paraíba, garantindo que vai destinar emendas para a unidade:

Ruy reforça CPI para investigar vazamento de óleo no litoral

O deputado federal paraibano Ruy Carneiro vai integrar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigará, na Câmara dos Deputados, o vazamento de óleo ocorrido no litoral nordestino e que nos últimos dias vem avançando para as praias do Sudeste.

Desde o início das primeiras aparições das manchas no mar, sobretudo no litoral paraibano – praias do Bessa, Manaíra, Cabo Branco, Tambaba e Pitimbu –, Ruy vem fazendo duras cobranças para que sejam apuradas todas as informações e os responsáveis punidos. Ao todo, já são mais de 700 locais atingidos no País, com diversos danos ambientais, segundo IBAMA.

Para Ruy Carneiro, integrar à Comissão Parlamentar reforça sua luta para ajudar o País a identificar os responsáveis pela agressão ao meio ambiente:

“O vazamento de óleo trouxe impactos ambientais e também para as famílias que vivem da pesca no Nordeste, assim como pode já estar afetando o nosso turismo. Qual a sua origem? Quem são os responsáveis? Qual pode ainda ser a sua extensão e dano? Quais atitudes preventivas e corretivas? São questões que precisamos responder à população do País, mas principalmente da Região Nordeste”.

Sobre meios pra evitar novos danos Ruy destacou: “Vamos trabalhar para criar estratégias que evitem um novo desastre desse porte”, afirmou.

O convite para que seja membro da CPI do Vazamento de Óleo foi feito pelo deputado Carlos Sampaio, líder do PSDB.

DONA INÊS: professor universitário confirma pré-candidatura a prefeito

Convidado do programa Jornal da 99 – 2ª edição apresentado pelos radialistas Fábio Dutra e Cleon Batista, na rádio Talismã FM, Sergio Almeida, filho do ex-prefeito de Dona Inês, Luiz José, confirmou hoje (29), nome como pré-candidato ao cargo de prefeito do município.

Nas eleições 2018, o grupo de Sergio Almeida apoiou Raniery Paulino para deputado estadual e Damião Feliciano para deputado federal, teve destacado resultado, ficando atrás dos candidatos apoiados pelo ex-prefeito Antonio Justino por apenas 263 votos.

“Após o resultado das eleições 2018, passamos a realizar visitas e reuniões com nosso grupo no sentido de encontrarmos o melhor nome que pudesse representar o projeto de ideias que defendemos para desenvolvimento de Dona Inês”, disse Sergio.

Filiado ao MDB, mas excluído das decisões do partido no município desde as eleições de 2016 quando o grupo não foi ouvido na indicação da chapa, Sergio destacou que não ter preocupação no momento com partido, mas confirmou já ter recebido convites de outros partidos, a exemplo do PDT, da vice-governadora Lígia e do deputado federal Damião Feliciano.

“O próximo passo agora será a partir de janeiro consolidar o grupo de pré-candidatos a vereador do grupo, bem como sentirmos a aceitação do nome junto a população, defendendo o modelo de gestão que contribua para Dona Inês”, destacou Sergio.

Perguntado se caso não consiga viabilizar o nome como candidato a prefeito, Sergio admitiu que conversações com os grupos que hoje disputam a política local em Dona Inês, por entender que é preciso discutir de forma responsável e moderada alternativas para o desenvolvimento da cidade.

Ao lado de Sergio durante o programa estava o ex-prefeito Luiz José, que administrou o município de Dona Inês 4 vezes, tendo reconhecimento do Tribunal de Contas do Estado (TCE/PB) como modelo de gestão pública. Além dele, estiveram nos estúdios, os vereadores João Barbosa e apoiadores.

Sergio Almeida, além de professor universitário, é administrador, advogado. Na administração pública, já ocupou cargo de Diretor Administrativo da EMATER-PB e Chefia de Gabinete da Procuradoria Geral do Município de João Pessoa, Procuradoria Geral do Estado, Casa Civil do Governador.

 

HORA H: Heron Cid estreia programa na web com mais de 10 rádios em cadeia; confira o vídeo de apresentação

O jornalista e amigo Heron Cid estreia na próxima segunda, às 18h, um projeto pioneiro na Paraíba; a primeira rede híbrida e autônoma de informação do estado, a Rede Mais, que leva o nome do já consagrado MaisPB.

Desejo sorte e sucesso a um dos melhores e mais completos comunicadores da Paraíba. Um dos poucos a crescer na carreira sem uma ‘mãozinha’ de político.

 

O primeiro produto da Rede será o programa Hora H, com Heron Cid, transmitido em conexão estadual de segunda à sexta-feira, estreando no dia 2 de dezembro.

Cartão de apresentação da Rede Mais, o programa ancorado por Heron Cid será gerado a partir dos estúdios do Portal MaisPB, em João Pessoa

“Este projeto vem como fruto desse admirável novo mundo digitalizado, onde todas as plataformas se conectam, interagem, se complementam e se completam”, explicou Heron.

Para acompanhar o Hora H, é só acessar www.maispb.com.br ou escolher uma das seguintes rádios.

Rádio Pop 89.3 FM (João Pessoa)

Rádio Cariri 101.1 FM (Campina Grande)

Rádio Pop 105.3 FM (Areia)

Rádio Constelação 92.1 FM (Guarabira)

Rádio Caruá 90.1 FM (Soledade)

Rádio Ind 107.7 FM (Serra Branca)

Rádio Princesa 92.5 FM (Princesa Isabel)

Rádio Conceição 100.3 FM (Conceição)

Rádio Bom Sucesso 101.7 FM (Pombal)

Rádio Progresso 610 AM (Sousa)

Rádio Itatiunga 102,9 FM (Patos)

Fabiano Gomes faz um desabafo e revela motivo do fim da amizade com o deputado Junior Araújo

O comunicador Fabiano Gomes resolveu expor os motivos da sua relação com o deputado estadual Júnior Araujo ter mudado da água para o vinho.

Em resumo, Fabiano ficou puto porque o deputado, então candidato em 2018, não foi solidário no pior momento da sua vida:

“Só para Cajazeiras. Muitos têm me perguntado por que estou, vez ou outra, dizendo as verdades. Mas tem verdade que não se diz né? Mas eu vou dizer. Júnior era como um irmão, assim ele dizia.

E, como todos devem saber, eu passei 34 dias no inferno, simplesmente por esquecer de assinar um documento. Do nosso grupo, Júnior era o único que tinha condições de me visitar, porque tem OAB. Sabem quantas vezes Júnior foi lá? Zero!

Como alguém que se dizia meu irmão teve tamanho desprezo? Desprezo este que Jeová Vieira Campos não teve. Foi várias vezes me visitar. Desprezo este que Denise também não teve, mesmo sem ter oportunidade de entrar para me visitar, todos os dias ficava do lado de fora tentando ter notícias minhas. Isso sim é coisa de Mãe!

Cito ainda diversas autoridades que lá foram sem nunca terem dito que eram meus irmãos: Trócolli Junior, dezenas de secretários de Estado, Ricardo Marcelo, ex– presidente da Assembleia, Felipe Leitão, que também estava em campanha como Júnior e hoje é deputado Estadual Hugo Mota, deputado federal, gente de alta patente da PM, como o capitão Sidney, API, AMIDI. Todos advogados mais renomados do Estado. #Prontofalei”

Enquanto adversários cochilam, Nilvan segue polarizando com Ricardo Coutinho

O radialista Nilvan Ferreira, pré-candidato a prefeito de João Pessoa, tem aproveitado o vácuo no antiricardismo para polarizar com o ex-governador.

Como na política não existe espaço vazio, Nilvan é quem melhor se posiciona no contraponto a Ricardo – que espertamente – foge do debate.

Nilvan, inclusive, já desafiou o Mago por inúmeras vezes para debater fatos sobre a operação calvário, a prisão de seus amigos (Livânia, Ivan Burity, Leandro e Laura) e o indiciamento de Coriolano Coutinho por participação no esquema de corrupção que ficou conhecido como propinoduto girassol.

Enquanto os adversários seguem sem estratégia, Nilvan já escolheu a sua e aposta na crescente rejeição de RC e nos novos capítulos da Operação Calvário.

Só precisa abandonar o bolsonarismo decadente…

E se Manoel Júnior for o candidato de João Azevedo à prefeitura de João Pessoa?

Após a declaração do prefeito Luciano Cartaxo, de que seu sucessor sairá dos quadros do PV, é evidente que o prefeito disse um não de forma tácita para Manoel Júnior.

Com a nova ordem política da Paraíba mexendo em todas as esferas eleitorais, não duvidem se Manoel Júnior virar o candidato de João Azevedo, ou seja, o candidato da máquina estadual.

Em se concretizando, Mané já pode se considerar no 2 turno, pois para ser competitivo em João Pessoa, um candidato precisa ou da máquina da prefeitura ou do Estado.

A possibilidade foi confidenciada pelo anão que mora debaixo do birô do governador.

Segundo o anão, João estava disposto a lavar as mãos sobre a sucessão municipal, nem atrapalhando nem ajudando RC.

Mas depois dos últimos acontecimentos, João já trata Ricardo como um adversário a ser derrotado.

Manoel Júnior estaria numa posição confortável, pois pode se apresentar como partícipe de uma gestão bem avaliada e também contar com o apoio de um governador também bem avaliado. E claro, daquela ‘forcinha’ eleitoral que só a máquina do Estado tem.

Uma força tão grande que fez Estela Bezerra derrotar Maranhão no 2 turno de 2012 e quase tirar Cícero da disputa.

 

Por unanimidade, TCE aprova contas de 2018 da prefeitura de Monte Horebe

A Prefeitura de Monte Horebe teve as contas de 2018 aprovada por unanimidade na sessão desta quarta, 27, do pleno do Tribunal de Contas do Estado.

O relator da corte, conselheiro Oscar Mamede, destacou a transparência e a agilidade da gestão municipal na prestação das informações necessárias.

Apesar de pequena, a cidade de Monte Horebe é uma gigante em bons exemplos. A cidade tem se destacado na educação e austeridade com o dinheiro público.

Monte Horebe está entre as que mais avançou em dados lançados no portal da transparência.

PT se apequena mais uma vez e vira satélite de Ricardo Coutinho

Nos últimos anos o PT da Paraíba tem desconhecido seu tamanho e história para figurar como um satélite de Ricardo Coutinho.

Mesmo antes do ano eleitoral, o presidente da sigla já declara que o partido vai marchar com RC.

O maior partido de massas da América Latina virou um puxadinho de um cara que tem todo o seu núcleo político preso, réu ou investigado no maior escândalo de corrupção da história da Paraíba.

A estratégia de subserviência não tem ajudado o PT, que já teve 4 deputados estaduais, mas hoje não tem nenhum.

Enquanto o partido cresceu em todos os estados no auge do governo Lula/Dilma, na Paraíba só regrediu.

A maior conquista, a vitória de Cartaxo em 2012, foi um golpe de sorte. Um presente de Luciano Agra.

Tem algo muito errado com o PT da Paraíba.

Se continuar como um satélite do Mago, vai acabar virando um partido nanico.